Dicas

Pão: do menos ao mais calórico

13 maio 2020
pao

O mais calórico e com mais fibra é o pão de cereais com sementes e a carcaça e o prokorn têm menos calorias. Para poupar dezenas de euros por ano, faça pão em casa.

Início

Água, farinha, fermento e sal, o mesmo é dizer pão, companheiro ao pequeno-almoço e ao lanche, mas também às refeições principais. Se, em vez de comprar pão, o fizer em casa com farinha simples e fermento de padeiro, pode poupar algumas dezenas de euros por ano.

Poupe 40 euros por ano com a mão na massa

Sai mesmo mais barato fazer pão em casa? Fizemos as contas para comprar pão no supermercado, fazer pão em casa no forno ou na máquina do pão. Para os cálculos, considerámos o preço médio de 10 gramas de fermento de padeiro (0,58 euros) para juntar a um quilo de farinha (de trigo, 1 euro; integral 1,10 euros) ou a um dos preparados de farinha para fazer pão (branco: 1,75 euros; integral: 2,30 euros). Considerando 1 pão de 50 gramas por dia por pessoa, mostramos abaixo a despesa anual para uma família de 4 pessoas.

gráfico

A opção mais barata é fazer pão em casa no forno, com farinha simples e fermento de padeiro. Face à despesa que teria ao comprar pão no supermercado, são mais de 40 euros que poupa ao fim de um ano. O preço do pão feito em casa na máquina ou comprado no supermercado é semelhante. A máquina pode até ficar mais cara se utilizar os preparados de farinha para pão.  

CUSTO DO PÃO (€)
ORIGEM PÃO BRANCO PÃO INTEGRAL
por quilo 1/pessoa/dia para 4 pessoas/mês por quilo 1/pessoa/dia para 4 pessoas/mês
Supermercado

Feito em casa no forno
(farinha + fermento)

Feito em casa no forno
(preparado de farinha para pão)
Feito na máquina 
(farinha + fermento)
Feito na máquina 
(preparado de farinha para pão)
CUSTO DO PÃO (€)
ORIGEM PÃO BRANCO PÃO INTEGRAL
por quilo 1/pessoa/dia para 4 pessoas/mês por quilo 1/pessoa/dia para 4 pessoas/mês
Supermercado 2,26 0,11 13,20 2,60 0,13 15,60

Feito em casa no forno
(farinha + fermento)

1,69 0,08 9,60 1,79 0,09 10,80
Feito em casa no forno
(preparado de farinha para pão)
1,86 0,09 10,80 2,41 0,12 14,40
Feito na máquina 
(farinha + fermento)
2,23 0,11 13,20 2,33 0,12 14,10
Feito na máquina 
(preparado de farinha para pão)
2,40 0,12 14,40 2,95 0,15 18

A roda dos alimentos recomenda um pão de 50 gramas por dia para cada pessoa. No mesmo cenário, amassando e cozendo o pão no forno, pode poupar, no máximo, 4,80 euros por mês, no caso do pão branco, e até 7,20 euros, se preferir pão integral. 

Conselhos de conservação

Quando o pão cozido arrefece, sofre alterações importantes: depois de algumas horas começa a perder humidade, a endurecer e a perder sabor. Um ou dois dias depois de cozido, o aroma desaparece e o miolo seca. Assim, consuma o pão, de preferência, no próprio dia de fabrico. Para que o pão se mantenha fresco, guarde-o num saco (pano ou plástico) ou numa caixa de plástico bem fechada.

Se não puder comprar ou fazer pão todos os dias, pode congelá-lo, de preferência, enquanto estiver fresco. Para tal, corte-o em pedaços e coloque-o numa embalagem hermética.

Quando precisar, descongele-o, dentro da embalagem, à temperatura ambiente ou durante alguns segundos no micro-ondas. No último caso, embrulhe-o com papel absorvente (rolo de cozinha, por exemplo).

Apesar de suportar bem a congelação, o pão endurece se for guardado no frigorífico. 

O que distingue as variedades de pão

O pão contém hidratos de carbono, sob a forma de amido, um açúcar de absorção lenta e de fácil assimilação. Fornece ainda proteínas vegetais, fibras, ferro e vitaminas B1 e PP. O integral tem mais fibra, benéfica para manter o intestino saudável. A lei determina que o pão não ultrapasse 1,4 gramas de sal por 100 gramas. Para reduzir o consumo de sódio, opte por pão sem sal.

Na roda dos alimentos, o pão pertence à fatia dos cereais e derivados e dos tubérculos. Recomenda-se o consumo diário de 4 a 11 porções deste grupo de alimentos (pão, milho, arroz, esparguete e batata, entre outros). Uma porção equivale, por exemplo, a uma carcaça (50 gramas), duas fatias de pão de forma ou a uma fatia fina de broa (70 gramas).

Há tantas variedades de pão que se impõe a questão: qual o melhor e o que distingue uns pães dos outros? Alfarroba, centeio, milho e trigo ou integral diferem na fibra, no sal, no açúcar e em gordura. O mais calórico e com mais fibra é o pão de cereais com sementes. Já a carcaça e o prokorn têm menos calorias. Em laboratório, encontrámos diferenças nutricionais nos vários tipos de pão, sobretudo ao nível da fibra. 

 

pao 
Rico em hidratos de carbono, é um pão de trigo pobre em gordura e fibra. Tem 150 kcal e 2 g de fibra por pão. Custa entre 11 e 19 cêntimos.

 

 

 

 
pao 
Centeio, trigo e trigo integral, e sementes de linhaça e de soja conferem grande riqueza em fibra e proteína. Tem 180 kcal por 2 fatias e 6 g de fibra. Custa 28 cêntimos.
 

 

 

 

pao 
À base de trigo ou de centeio integral, com o grão completo, incluindo o farelo, daí o nome integral. Tem 210 kcal por pão e 5 g de fibra. Custa entre 17 e 36 cêntimos.
 

 

 

pao 
O centeio domina, mas pode conter algum trigo. O teor em fibra é q.b. Tem 211 kcal por pão e 3 g de fibra. Custa entre 21 e 35 cêntimos.

 

 

 

pao 
O centeio é misturado com trigo e milho ou só com um destes. Tem 217 kcal por pão e 3 g de fibra.  Custa entre 10 e 17 cêntimos.
 

 

 

pao 
Pobre em gordura, o sabor adocicado deve-se ao teor em açúcar (4 gramas). Tem 230 kcal por pão e 4 g de fibra.  Custa entre 19 e 36 cêntimos.
 

 

 

pao 
A cobertura crocante de farinha de arroz, gordura e açúcar dá-lhe o ar “tigrês”, mas a base é de trigo. Tem 231 kcal por pão e 3 g de fibra.  Custa 20 cêntimos.
 

 

 

 

pao 
Campeão em fibra e em gordura, sobretudo insaturada, a mais benéfica, graças às sementes. Tem 300 kcal por pão e 9 g de fibra.  Custa entre 17 e 39 cêntimos.

 

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós