Dicas

Como evitar o ruído do frigorífico

Os frigoríficos utilizam um compressor que emite um som quando está ligado e que pode ser audível caso esteja por perto. Mas os ruídos incomuns ou excessivos podem indicar algum problema no equipamento. Saiba como resolver.

Como evitar o ruído do frigorífico

iStock

Se a sua cozinha estiver situada perto do quarto, o barulho emitido pelo frigorífico consegue ser incómodo. Certos ruídos podem ser reduzidos ou eliminados com uma manutenção adequada, mas outros são apenas sons normais e inevitáveis que partem do funcionamento do equipamento.

Que ruídos são normais no frigorífico?

  • Cliques: quando o termóstato inicia o seu ciclo de ligar ou de desligar, costuma ser emitido um pequeno ruído, como um clique. Este som também é emitido por aparelhos com o sistema “No Frost” quando o ciclo de descongelamento inicia ou termina.
  • Batidas: mudanças de temperatura fazem com que as paredes do frigorífico ou do congelador se contraiam ou se expandam, o que causa ruído. São batidas normais e não deverão afetar o funcionamento do equipamento.
  • Zumbidos: emitidos a partir do motor, bem como dos ventiladores do evaporador e do condensador, que apenas emitem um zumbido durante o funcionamento.
  • Borbulhar: o fluido refrigerante a circular pelos tubos pode produzir um som borbulhante.
  • Alarmes: muitos frigoríficos emitem alarmes para indicar que a porta está aberta ou que a temperatura subiu acima de um determinado nível. Se ouvir algum destes alarmes, procure descobrir qual é o motivo e resolva o problema.
  • Inversor: se adquiriu um frigorífico novo é possível que esteja equipado com um sistema de inversor, que permite um ajuste mais preciso do compressor. Tem um menor consumo e um desempenho de temperatura mais preciso. Considere que o compressor permanecerá ligado por mais tempo do que os modelos tradicionais, embora com menos potência e menos ruído de fundo.

Como tornar o frigorífico mais silencioso?

Afaste o frigorífico das paredes

Mantenha uma distância de cerca de cinco centímetros entre o aparelho e todas as superfícies à sua volta (paredes, armários, etc.). Além de melhorar a ventilação e o desempenho do aparelho, evita que as vibrações de contacto com outras superfícies sejam ouvidas.

Nivele bem a altura dos pés

Evita assim que a porta feche incorretamente e cause vibrações desnecessárias.

Fixe e arrume as prateleiras internas

Se as prateleiras não estiverem bem posicionadas, podem causar ruídos. Certifique-se de que os produtos alimentares não estão encostados às paredes, especialmente à parte traseira.

Mantenha o frigorífico limpo

Para além de ser recomendado por motivos de higiene, esta prática também evita os ruídos desnecessários. A sujidade acumulada no ventilador torna o frigorífico mais barulhento e faz com que o compressor ligue com mais frequência. Se algo cair para a parte traseira do aparelho, podem ser emitidas vibrações e ruídos indesejados, ao entrar em contacto com esses componentes.

Será preciso trocar de frigorífico?

Se verificar que o ruído é insuportável e que o seu frigorífico não tem arranjo possível, a solução pode ser adquirir um novo equipamento. Consulte o nosso comparador de frigoríficos, onde pode ver qual o mais indicado para satisfazer as suas necessidades. Se não tiver a certeza sobre que equipamento escolher, verifique o nosso guia de compras.

Consulte sempre a etiqueta energética, onde os fabricantes são obrigados a incluir uma medição de ruído, em decibéis (dB). Para ter uma ideia, um frigorífico com 40 dB tem um nível sonoro satisfatório, que é menos do que o de um aspirador (70 dB), mas mais do que o de um ambientador silencioso (20 dB).

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.