Dicas

Como poupar energia com o frigorífico

O frigorífico é um dos eletrodomésticos que consomem mais energia por estar sempre em funcionamento. Saiba como economizar no consumo energético.

regular temperatura

iStock

O frigorífico é um equipamento imprescindível na casa dos consumidores, mas o facto de estar sempre ligado pode ser inconveniente para a carteira.

O consumo de eletricidade dos frigoríficos é muito mais alto em comparação com o de outros dispositivos, sendo que pode chegar a cerca de um terço do total de energia. Colocar em prática alguns hábitos simples e eficazes pode resultar numa redução significativa na conta da luz.

Compare resultados e preços de frigoríficos

Instale corretamente o frigorífico

Não instale o frigorífico próximo de uma fonte de calor (por exemplo, radiador, forno, fogão) nem exposto ao sol, pois prejudica a eficiência do aparelho.

Verifique se há ar suficiente a circular ao redor do equipamento. Não o coloque diretamente encostado à parede. Deixe alguns centímetros de espaço livre.

Utilize eficazmente o frigorífico

  • Ajuste a temperatura de forma correta: no frigorífico deve situar-se entre os 3ºC e os 5ºC; no congelador deve manter-se entre -18ºC e -24ºC.
  • Não deixe a porta aberta, sem necessidade. Sempre que o faz, a temperatura interna aumenta e gasta mais energia. Retire os alimentos que precisar de uma vez só.
  • Limpe regularmente a grelha exterior com um aspirador ou com um pano seco, para uma maior eficiência.
  • Evite a acumulação de gelo nas paredes do aparelho. Com uma cobertura de dois milímetros nas paredes, o aparelho gasta mais 10% de energia e com cinco milímetros mais 30 por cento. Ao fim de 15 anos, pode levar a um aumento de consumo entre 100 e 300 euros, respetivamente.
  • Quando vai de férias, pode aproveitar para esvaziar o aparelho e desligá-lo ou, pelo menos, colocar o termóstato no mínimo.

Coloque adequadamente os alimentos

  • Aproveite ao máximo a capacidade do equipamento, mas sem empilhar os alimentos, para que o ar circule livremente.
  • Utilize bem os diferentes compartimentos. Por exemplo, reserve as gavetas de zero graus do congelador para alimentos que devem estar mais frios, como peixes ou carnes frescas.
  • Para congelar alimentos, certifique-se de que o seu congelador é de quatro estrelas, para que atinja uma temperatura entre - 18 e - 24ºC e congele os alimentos. Antes de adquirir o congelador, verifique as especificações do produto ou o site do fabricante. Atualmente, a maioria dos modelos disponíveis é de quatro estrelas.
  • Evite colocar alimentos quentes no frigorífico e no congelador. Deixe a comida arrefecer.
  • A maioria dos equipamentos frigoríficos incorpora um congelador, mas, se a capacidade não for suficiente, pode adquirir uma arca congeladora.

Quanto consome um frigorífico?

Um frigorífico de classe D (antiga classe A) com 240 litros de volume de refrigeração e 75 litros de congelação pode consumir 500 Wh/dia. Num aparelho da classe A (antiga classe A+++), o consumo desceria para metade (250 Wh/dia). Contas feitas, o primeiro tem um custo anual de eletricidade de cerca de 39 euros e o segundo de 20 euros. Ao fim de 15 anos, esta poupança traduz-se em cerca de 285 euros, o que pode ser equivalente ao preço de um equipamento novo.

Como ler a etiqueta energética do frigorífico?

As etiquetas energéticas dos eletrodomésticos voltaram a classificar-se de A a G. Aos aparelhos mais eficientes (que pertenciam à classe A+++) é atribuída a classe B, para deixar espaço de melhoria para a eficiência energética de novos produtos.

Não só muda a letra na etiqueta, como os novos regulamentos modificam o método do cálculo, para que não haja correspondência direta entre as etiquetas antigas e as novas. Não estranhe se encontrar modelos com um consumo anual diferente, sendo o mesmo produto.

 

Please fill the source and the alt text  
  • Código QR: ao digitalizar este novo elemento do rótulo tem acesso a mais informações sobre o produto.
  • Classes: existe um máximo de sete, de A a G. O verde escuro indica que é um produto de alta eficiência e o vermelho refere-se a um aparelho de baixa eficiência. Baseia-se num índice de eficiência energética (EEI) que tem em conta o consumo anual de energia, o volume do frigorífico, a temperatura mais baixa dos diferentes compartimentos, entre outras características.
  • Pictogramas: destacam-se as características selecionadas, como a soma do volume do congelador, a soma do volume dos compartimentos que não merecem classificação por estrelas e o ruído expresso em dB(A).
  • Consumo anual de energia: o consumo doméstico pode variar consoante a sua utilização (quantidade de alimentos que armazena, como instala e utiliza o aparelho e temperatura ambiente onde está instalado o frigorífico).
  • Classe atribuída: indica o grupo em que o produto está inserido.
  • Limites mais exigentes: os dispositivos estarão numa classe energética inferior à atual, pois os limites são mais rígidos.

Vale a pena reparar o frigorífico?

Se o aparelho for muito velho, pode não compensar fazer a reparação. Os modelos novos consomem muito menos energia e, assim, o investimento pode compensar. Por isso, vale sempre a pena pedir um orçamento e só então decidir o que fazer.

Caso pretenda desfazer-se de um frigorífico ou de uma arca congeladora que ainda funciona ou tem uma pequena avaria, lembre-se de que há organizações de caridade que fazem recolha e distribuição junto de famílias carenciadas. 

Na compra de um frigorífico novo, pode pedir à loja a recolha do seu velho equipamento.

Em alternativa, pode recorrer aos ecocentros e centros de receção para depositar os seus eletrodomésticos velhos. Nestes locais, procede-se ao armazenamento temporário dos resíduos recicláveis até ao seu encaminhamento para posterior tratamento (reutilização, desmantelamento, reciclagem ou valorização energética).

Encontre a melhor tarifa de energia

Se pretende poupar na sua fatura de eletricidade, o melhor é contratar um fornecedor que lhe ofereça condições mais adequadas ao seu perfil de consumo. Encontre as melhores tarifas de energia com recurso ao nosso simulador.

POUPAR EM ELETRICIDADE E GÁS NATURAL

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.