Dicas

Como arrumar o frigorífico

Encontrou a cozinha impregnada de um mau cheiro do frigorífico? Veja as nossas quatro dicas para deixar o eletrodoméstico limpo e arrumado. E saiba como poupar com as nossas Escolhas Acertadas. 

  • Dossiê técnico
  • José Almeida, Teresa Belchior e Sofia Mendonça
  • Texto
  • Fátima Ramos e Alda Mota
11 outubro 2021
  • Dossiê técnico
  • José Almeida, Teresa Belchior e Sofia Mendonça
  • Texto
  • Fátima Ramos e Alda Mota
Homem a arrumar o frigorífico

iStock

Uma ausência prolongada é sinónimo de menos compras para a casa. Pode ser uma boa altura para limpar o frigorífico e, no regresso, voltar a enchê-lo de forma organizada. Descongele e limpe o frigorífico antes de ir embora. Enquanto está fora, deixe-o aberto a arejar. Em alternativa, se o seu modelo permitir, ative a função férias, ou seja, desligue a área de refrigeração e mantenha apenas a dos congelados ligada. Caso o aparelho não tenha essa função, não se preocupe. Siga as dicas.

Limpar o frigorífico a cada seis meses

Para evitar problemas de higiene e de conservação dos alimentos, a cada seis meses deve fazer uma limpeza a fundo ao frigorífico e ao congelador. Depois de retirar todas as prateleiras e gavetas do frigorífico e do congelador, lave com água quente e detergente da loiça. Também pode desinfetar as superfícies com vinagre ou limão. Enxague e limpe com um pano macio.

Para arrumar os alimentos nas prateleiras, se usar caixas e sacos hermeticamente fechados, estará a reduzir os maus cheiros e a prevenir contaminações microbiológicas que possam provocar infeções alimentares. Tente não encher demais o frigorífico, pois a livre circulação do ar frio ajuda a manter a boa temperatura (entre 3 e 5ºC).

Se lhe sobrar comida confecionada, arrefeça-a antes de a guardar no frigorífico. Quando introduz novos alimentos, mesmo à temperatura ambiente, a temperatura aumenta. Com comida quente, a subida é maior: além de pôr em causa a conservação, pode danificar o aparelho. Para acelerar o arrefecimento, pode colocar o tacho numa bacia com água fria.

Um frigorífico bem organizado permite encontrar rapidamente os alimentos, evitando que a porta fique demasiado tempo aberta. Desta forma, há um menor consumo de eletricidade para atingir a temperatura ideal no interior.

Arrumar de forma simples

Depois de acondicionar os alimentos, distribua-os pelas diferentes prateleiras, tendo em conta as zonas de frio. Lembre-se, por exemplo, de que a carne e o peixe crus exigem temperaturas mais baixas do que a fruta e os vegetais. Siga as indicações do manual instruções do frigorífico ou, se já não o tiver, as recomendações abaixo.

arrumar o frigorífico

1 – Prateleira superior: iogurtes, natas, queijo, compotas e maionese. 
2 – Zona intermédia: fiambre e charcutaria, conservas abertas e bolos. 
3 – Zona por cima das gavetas: carne, marisco e peixe crus, sopa e pratos cozinhados. 
4 – Gavetas: fruta e legumes frescos.
5 – Porta: leite, sumos, manteiga, margarina, bebidas e ovos. Estes devem ser guardados com a ponta mais fina virada para baixo e não lavados. A água destrói a película protetora e abre a porta aos microrganismos.
6 – Congelador: organize os alimentos de forma lógica. Por exemplo: uma gaveta para carne e peixe, outra para legumes, etc. Identifique os alimentos e escreva a data de congelação. Consuma primeiro os mais antigos. 

Quanto tempo guardar o alimento no frigorífico?

O período máximo de conservação depende do tipo de produto. Quanto mais perecível for o alimento, menos tempo se mantém em boas condições. 

Período de conservação dos alimentos
Carne picada e maionese caseira no máximo, 24 horas
Carne, peixe e marisco, cozinhados ou crus 1 a 3 dias
Fiambre e charcutaria 4 a 5 dias
Fruta e legumes cozinhados 2 a 3 dias
Fruta fresca 3 a 20 dias
Legumes frescos 3 a 60 dias
Leite aberto 3 dias
Natas, iogurtes, leite, queijo e manteiga respeitar o prazo
Ovos 20 a 28 dias
Produtos de pastelaria 2 as 3 dias
Refeições preparadas 1 a 2 dias

As cinco regras da congelação

Para congelar os alimentos, há regras que deve respeitar. Logo à partida, o congelador deve ter quatro estrelas, uma vez que os de três estrelas servem para conservar os produtos comprados já congelados. É também essencial que respeite as temperaturas adequadas para cada tipo de alimento. Certifique-se de que o congelador não acumula gelo nas paredes, o que diminui a eficiência e gasta mais energia. Se assim for, convém que o descongele e limpe com mais frequência. Se o seu modelo de frigorífico tem a função no frost, tende a acumular menos gelo nas paredes do congelador e requer menos cuidados. Sugerimos ainda que:

  1. organize os alimentos de forma lógica, dividindo-os em gavetas para a carne, o peixe, os legumes, etc.;
  2. identifique os alimentos e escreva a data de congelação;
  3. consuma primeiro os alimentos mais antigos;
  4. evite encostar os alimentos à parede do fundo do congelador, pois podem ficar com gelo e estragar-se;
  5. para uma boa conservação dos alimentos, a temperatura do congelador deve rondar os -18ºC.

Ao regressar das compras, deve começar por arrumar os congelados. Se o seu congelador tiver a função congelação rápida, ative-a. Assim, a temperatura ideal é atingida mais rápido. No verão, quando a temperatura ambiente for elevada, regule o termóstato para o número mais alto, para baixar a temperatura. O frio ventilado, presente na grande maioria dos modelos, permite uniformizar melhor as zonas de frio no equipamento.

Acabar com os maus cheiros: missão impossível?

Além de limpar o frigorífico e de guardar bem os alimentos, para combater maus cheiros deve utilizar filtros de carbono, à venda em lojas de eletrodomésticos. Os filtros são mais eficazes do que as metades de limão dentro do frigorífico, uma prática caseira muito utilizada para eliminar odores.

A eficácia de duração de um filtro de carbono varia consoante o tipo de alimentos guardados no frigorífico e o seu estado, mas o efeito pode durar três meses. Os filtros absorvem os odores, enquanto os limões apenas libertam cheiro, pelo que, ao fim de poucos dias, o cheiro dos alimentos sobrepõe-se ao dos limões.

Lembre-se de que, se um alimento apodrecer no frigorífico, pode contaminar os restantes alimentos e transmitir odores e bactérias. Proteja os alimentos com película aderente ou coloque-os em caixas herméticas.

Poupe num frigorífico novo

Se, em vez da limpeza, está a pensar em trocar de frigorífico, aposte em modelos fiáveis, cujo risco de avaria precoce seja menor. No nosso comparador online encontra os resultados do teste e preços detalhados de vários modelos de combinados, frigoríficos de duas portas (com pequeno compartimento frigorífico no topo) ou modelos americanos, com duas portas verticais e cerca de 90 centímetros de largura, cada vez mais na moda e ideais para famílias numerosas.

Ver teste a frigoríficos

O acesso completo aos resultados do teste é reservado a associados. Se ainda não é subscritor, descubra esta e outras vantagens

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.