Notícias

Faturas: tudo o que precisa de saber

29 agosto 2022
mulher a ver faturas

Validar as faturas pendentes no e-Fatura permite otimizar o reembolso do IRS. Saiba como identificar as despesas de saúde, educação, habitação, lares e despesas gerais familiares, e poupe nos impostos.

Início

O agravamento do custo de vida, provocado pela inflação, sobrecarrega os consumidores. Para aumentar o reembolso do IRS, é fundamental validar as faturas pendentes no portal e-Fatura. Tem até 25 de fevereiro de 2023 para o fazer. Associe cada despesa ao respetivo setor, para beneficiar com deduções na saúde, educação, habitação, lares, além das despesas gerais familiares, que assumem a designação "Outros". Saiba ainda o que fazer para as despesas que não aparecerem no e-Fatura.

Pode reaver parte do IVA suportado em despesas com alojamento e restauração, oficinas de automóveis e motociclos, cabeleireiros e institutos de beleza e veterinários. Também os passes mensais para utilizar em transportes públicos são considerados para o benefício do IVA. No entanto, enquanto nas outras prestações de serviços o benefício é de 15% do IVA, nos passes, o IVA é deduzido na totalidade.

Quando as Finanças têm dúvidas sobre a categoria da despesa, deixam-na pendente, até que o próprio contribuinte comunique os dados em falta para cada fatura emitida com o seu número de identificação fiscal (NIF).

As faturas que continuarem pendentes após 25 de fevereiro de 2023 não contam como dedução no IRS. Ou seja, se não as validar, vai perder dinheiro.

Exclusivo Simpatizantes

Para ler, basta ter conta no site (disponível para subscritores e não-subscritores).

Entrar

Não tem acesso? Criar conta gratuita