Dicas

Escolher o colchão mais seguro para o seu bebé

A escolha de um colchão para bebé não segue os mesmos critérios utilizados quando se compra um colchão para adulto.

19 maio 2022
Bebé a dormir numa cama de grades

iStock

Dimensões, nível de firmeza e material são algumas das características a que deve estar atento quando compra um colchão para bebé.

É muito importante que a cobertura têxtil seja amovível e lavável na máquina (veja na etiqueta), para poder manter a melhor higiene possível do colchão do seu bebé.

Tamanho e tipo de colchão

Se existirem espaços entre o colchão e a cama de grades, podem acontecer acidentes, como o bebé ficar preso, abrindo caminho a lesões mais ou menos graves. As dimensões do colchão para bebé devem ser idênticas às da base da cama: regra geral, 60 x 120 centímetros.

Os colchões mais utilizados são os de espuma. A menos que sejam mais baratos, os de molas não apresentam um interesse acrescido para deitar um bebé.

Firmeza, espessura e peso do colchão

Para maior segurança do bebé, o colchão deve ser firme, para evitar a asfixia. Recomendamos que a densidade do colchão seja superior a 23 kg/m3. Poderá parecer desconfortável, mas o diminuto tamanho e peso dos bebés faz com que a sensação deles seja diferente da dos adultos. Se, ao comprar, não encontrar esta informação na etiqueta ou nas informações referentes ao produto, pergunte ao comerciante. Caso faça a compra online, verifique nas características técnicas do produto: algumas marcas colocam essa indicação.

Quanto à espessura e ao peso, são critérios sem importância na escolha de um colchão para bebé.

No caso da espessura, como os bebés são muito leves, é indiferente que o colchão tenha 8 cm ou 12 cm de espessura.

Sendo um colchão pequeno, também é irrelevante que pese 2 kg ou 4 kg, pois poderá sempre ser manipulado sem grande esforço por parte do adulto.

Também precisa de um colchão novo?

Se não é só o bebé que precisa de um colchão novo, podemos ajudá-lo a escolher. Compare entre os vários modelos que testámos e veja onde se vendem ao melhor preço.

Consulte o nosso comparador de colchões

Questões frequentes

Respondemos a algumas dúvidas frequentes sobre colchões para bebé.

Devo comprar um colchão para bebé com tratamento antiácaros ou antibacteriano?

Absolutamente, não. Tal como nos colchões para adultos, os tratamentos “anti” contêm substâncias químicas biocidas, como isotiazolinonas, piritionato de zinco ou outros compostos com reconhecidas características alergénicas. Como os bebés passam muito tempo a dormir na sua cama, não é aconselhável mantê-los em contacto com esses químicos.

É necessário usar uma capa protetora para o colchão de bebé?

Se a cobertura do colchão for amovível, é desnecessário o uso de uma capa protetora. Poderá utilizá-la quando a cobertura estiver a ser lavada.

Para que o bebé se mantenha confortável durante o sono, os colchões devem ser ventilados e respiráveis. Por isso, é muito importante que evite colocar capas protetoras impermeáveis em PVC, que favorecem a retenção de humidade.

Quando devo substituir o colchão do bebé?

Pode utilizar o mesmo colchão desde que o bebé nasce até que chega a hora de o mudar para uma cama maior.

Antes de aproveitar o colchão para os irmãos mais novos, verifique bem se ele não apresenta zonas de deformação. É que os colchões para bebé não têm a resistência dos colchões para adultos e talvez tenha de investir num novo colchão se tiver outro bebé.

Acessórios como almofadas de apoio para bebé são úteis?

São completamente desaconselhados. Um recém-nascido deve dormir de costas para baixo, sem nenhum tipo de acessório que o posicione ou segure.

Estes produtos impedem que o bebé se movimente de forma espontânea, o que é um fator de desenvolvimento muito importante desde o nascimento. Ao bloquear a cabeça do bebé ou mantê-lo numa determinada posição, estes acessórios podem contribuir para o desenvolvimento de plagiocefalia (achatamento de um dos lados da cabeça), mesmo que a intenção seja a prevenção dessa condição.

Até ao primeiro ano de vida, o bebé deve ser sempre deitado de costas na sua cama com a cabeça lateralizada. Os pais devem ir alternando entre o lado esquerdo e o lado direito, mas sem recorrer a acessórios. A partir dessa idade, a criança já consegue virar-se sozinha e deve ser deixada na posição que adotar naturalmente.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.