Notícias

Carta de condução pode ficar 545 euros mais cara

Há grandes diferenças no custo da carta de condução entre as 200 escolas que visitámos. Pergunte o preço e o que está incluído, antes de escolher.

  • Dossiê técnico
  • Fátima Martins
  • Texto
  • Isabel Vasconcelos
25 outubro 2019
  • Dossiê técnico
  • Fátima Martins
  • Texto
  • Isabel Vasconcelos
escolas conducao

iStock

Em abril de 2019, visitámos 200 escolas de condução, e a diferença entre o custo mínimo e o máximo que encontrámos para a carta da categoria B foi de 545 euros, para quem passe à primeira nos exames, isto sem incluir atestado médico nem material didático. Registámos os preços mais elevados em Évora e Braga. Já na zona da Grande Lisboa e no Funchal, indicaram-nos os valores mais baixos. Lisboa e Matosinhos foram as localidades onde detetámos maior disparidade de preços: visitar várias escolas e comparar custos permite poupar mais de 300 euros.

escolas conducao

Diferença entre o preço máximo e o mínimo, por localidade, com base nos preços totais, sem incluir atestado médico e material didático e com a taxa de emissão da carta.
O preço da carta varia entre 375 euros e 920 euros. Os valores apresentados incluem o custo do exame e a taxa de emissão daquela, sendo que, sempre que foi possível escolher o centro de exames e os preços eram diferentes, optámos pela solução mais favorável para o consumidor. No mapa encontra os valores que encontrámos para o Continente e as Ilhas.

Faça login no site para continuar a ler o artigo e conhecer os custos das escolas de condução do Continente e Ilhas.

Se ainda não tem conta no site, clique no botão abaixo para se registar e conhecer todas as vantagens.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade. Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva em qualquer momento.

 

Junte-se a nós


 

Evite pagar demasiado

Nas 200 escolas do estudo, o custo da carta da categoria B variou bastante. Alguns cuidados simples podem ajudar a poupar dezenas de euros.

• Visite várias escolas para se informar sobre o custo. Veja as da zona onde vive, mas também as que ficam próximas do local onde estuda ou trabalha.

• Certifique-se do que está incluído no preço e questione sobre despesas adicionais. Por exemplo, o preço pode não incluir as taxas de exame ou de emissão da carta ou o material didático.

• O atestado médico pode ser passado por qualquer médico. Se optar pelo centro de saúde, quando muito, paga a taxa moderadora da consulta. Em alternativa, pergunte se a escola tem acordo com algum médico e, em caso afirmativo, se o custo está incluído no preço ou se terá de ser pago à parte, e qual o valor.

• Dependendo da zona do País e da escola, optar por um centro de exames público ou privado pode alterar o preço final. Mas há outras variáveis, como o tempo de espera pela marcação do exame e a possibilidade de a prova prática ser realizada num local mais ou menos conhecido. Informe-se do procedimento da escola, antes de decidir.

• Para evitar surpresas, pergunte quais os custos em caso de reprovação nos exames, dado que podem encarecer bastante o preço final.

• Quando se inscrever, se a escola não o fizer, exija um contrato escrito, que cumpra os requisitos legais, incluindo o número mínimo de lições teóricas e de horas e quilómetros a percorrer no ensino prático, bem como todos os valores a pagar.

Escolas de condução dos Açores com más práticas

Para tirar a carta, são necessárias aulas teóricas e práticas. No caso da categoria B, a lei determina um mínimo de 28 horas de aulas teóricas e 32 horas e 500 quilómetros de aulas práticas. Para garantir o cumprimento das aulas práticas, o registo do número de horas e dos quilómetros percorridos é feito através de um equipamento certificado. Atualmente, este equipamento só é usado nas escolas do Continente.

Não detetámos problemas quanto às aulas teóricas. No caso das práticas, no Continente e no Funchal foi sempre mencionado um mínimo de horas e quilómetros como a lei fixa, e todos negaram a possibilidade de fazer menos. Já nos Açores, detetámos algumas irregularidades. As escolas de condução Arrifes, Central e Ilha Verde, em Ponta Delgada, indicaram-nos menos horas do que as exigidas. O caso mais grave verificou-se na Arrifes, que indicou 25 aulas de 45 minutos o que totaliza menos de 19 horas de condução. As restantes referiram menos quatro e oito horas, respetivamente, do que as 32 obrigatórias. A escola Arrifes, bem como a Apostanobre, a Brisa do Mar e a Ilha Brava, estas na Ilha Terceira, informaram que o candidato não tinha de ter todas as aulas práticas para ir a exame e podia deixar algumas para usar, se reprovasse.

Estas práticas são irregulares e exigem a intervenção do Serviço Coordenador dos Transportes Terrestres para fiscalizar e fazer cumprir a lei. Aliás, algumas escolas dos Açores referiram que não contam os quilómetros percorridos, dado que os veículos ainda não têm o equipamento que permite controlar o tempo e a distância. É urgente a introdução deste dispositivo para acabar com as más práticas.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.