Dicas

Como escolher um tripé para a máquina fotográfica

Os tripés para máquinas fotográficas aumentam muito a estabilidade e permitem obter imagens mais nítidas em situações mais desafiantes. Saiba como escolher o melhor tripé para as suas necessidades.

Homem a fotografar com tripé

iStock

A escolha de um tripé deve ser considerada quando se deseja melhorar a qualidade das imagens, pois permite que estas fiquem mais nítidas, mais estáveis e melhor enquadradas. Mas, altura de compra do tripé, podem surgir algumas dúvidas. A altura, o peso, a estabilidade ou o preço são alguns dos critérios para decidir.

Vantagens de usar um tripé ao fotografar

Antes de adquirir este acessório, saiba as vantagens que o tripé pode trazer.

  • Aumenta a nitidez e a profundidade de campo das imagens, pois mantém a câmara estável em ambientes com pouca luz ao usar velocidades lentas do obturador.
  • Facilita a utilização de equipamentos pesados, como máquinas reflex, equipadas com volumosas lentes telefoto acopladas.
  • Melhora a qualidade da imagem, visto que pode selecionar um valor de sensibilidade ISO baixo, na máquina fotográfica (um ISO baixo implica a necessidade de tempos de exposição maiores, mas introduz menos ruído nas imagens).
  • Permite uma composição mais cuidadosa, enquanto enquadra a fotografia exatamente como deseja.
  • Pode tirar fotos HDR e panorâmicas que exijam maior precisão, bem como autorretratos com um temporizador de câmara.
  • Facilita os close-ups (a flores e insetos, entre outros).
  • Pode conter vários itens, como flashes ou refletores, entre outros.
  • Permite fotografar em ângulos difíceis ou impossíveis utilizando apenas a mão.

Quando e quem deve utilizar um tripé

Geralmente, a utilização do tripé é perfeita para quem é apaixonado por fotografia de paisagens. Fotografar o nascer e o pôr-do-sol pode ser bastante desafiador, principalmente quando as condições de iluminação não são as ideais e precisa de recorrer a uma velocidade inferior do obturador. Mas também existem muitos usos práticos e criativos para os quais é aconselhável colocar a câmara num tripé. Em primeiro lugar, este objeto oferece a oportunidade de se entregar à criatividade, como usar mais a abertura, adicionar filtros fotográficos e obter perspetivas ou ângulos mais interessantes.

Também é muito útil para fazer timelapses, onde são feitos disparos espaçados, durante um período de tempo normalmente longo. Durante esse período, o enquadramento deve ser mantido inalterado. Depois, na reprodução, todas essas imagens são coladas, o que faz um efeito de vídeo acelerado (exemplo: para mostrar um pôr do sol num período de alguns segundos). Além disso, é imprescindível para fotografar com exposições prolongadas. O tripé não é apenas um simples suporte para ambientes com pouca luz, mas também uma ferramenta real que permite maior controlo da luz.

Características dos tripés

Se está a pensar adquirir um tripé, considere as seguintes características principais.

  • Pernas: geralmente feitas de alumínio, aço ou fibra de carbono. Os tripés de aço tendem a ser os mais resistentes, mas são igualmente os mais pesados. Se tiver de se deslocar bastante, descarte esta opção. Os de alumínio apresentam um bom compromisso entre peso e resistência. A fibra de carbono é a opção mais leve, sendo igualmente resistente e imune a corrosão. É uma opção muito boa, mas normalmente mais cara.
  • Cabeça: a parte que fixa e apoia a máquina fotográfica digital. Existem dois tipos principais de cabeças – a cabeça de bola e a cabeça de três eixos. No primeiro tipo, existe uma bola que roda livremente dentro de um encaixe e que depois tem, no seu topo, um parafuso que vai enroscar na máquina fotográfica. Muito simples de ajustar a posição da máquina, mas pode igualmente perder o enquadramento com um pequeno toque, sobretudo em cabeças de qualidade inferior, que com o tempo perdem a capacidade de bloqueio, ganhando folga e não permitindo manter a máquina (sobretudo se for pesada) na posição pretendida. Nas cabeças de três eixos, a base onde a máquina apoia tem ajustes independentes em três direções, cada uma delas com uma maçaneta de aperto. É mais demorado conseguir fazer o ajuste da máquina, mas permite um alinhamento mais preciso e um bloqueio mais efetivo de posição.
  • Pés: bons tripés permitem que troque os pés nas extremidades das pernas para se adequarem a uso interno e externo.

Os tripés mais baratos têm pernas com cabeça e pés integrados não substituíveis, enquanto os tripés mais sofisticados têm um sistema modular que possui pés substituíveis e permitem conectar uma cabeça de tripé separada (a cabeça normalmente não está incluída).

Quanto custa um tripé?

É possível comprar um tripé básico (ou modular) para a máquina fotográfica por um preço a partir dos 20 euros. Um tripé avançado, geralmente, pode ser comprado a partir de 100 euros, mas o preço pode ir até aos milhares de euros. O preço varia também consoante o fabricante, o peso, as características, o material e a portabilidade, entre outros fatores.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.