Dicas

Percevejos: o que fazer em caso de picada

Escondem-se nos colchões e mobiliário de cama. Além da comichão e dificuldade em dormir, são insetos sem grande perigo para a saúde. Saiba o que fazer se for picado.

03 junho 2018
percevejo

Thinktock

O aparecimento de percevejos de cama não está relacionado com falta de higiene. Estes insetos podem aparecer em qualquer parte do mundo e desenvolvem-se em sítios onde as pessoas dormem. Ou seja, além de hotéis e apartamentos, em navios de cruzeiro, autocarros, comboios ou dormitórios.

Durante o dia escondem-se nos colchões, estruturas de cama, mesas de cabeceira, atrás do papel de parede ou noutro tipo de objetos perto da cama.

O alerta em Portugal surgiu este verão nos hotéis e alojamentos privados.

Os percevejos não espalham doenças

Os percevejos são pequenos insetos achatados que se alimentam exclusivamente do sangue de pessoas e de animais, principalmente enquanto dormem. De cor castanha avermelhada, estes insetos sem asas medem apenas entre 1 e 7 milímetros e conseguem viver vários meses sem se alimentarem.

Não são conhecidos por espalharem doenças. Podem causar perda de sono e comichão que pode levar a arranhões que aumentam as hipóteses de infeção cutânea secundária. A reação à picada de percevejos varia de pessoa para pessoa, desde uma total ausência de sintomas a uma pequena marca ou reação alérgica.

Como saber se foi picado

É difícil dizê-lo, a menos que apareçam marcas no corpo ou que encontre na cama insetos ou sinais de infestação, como manchas de sangue nos lençóis e fronhas ou manchas escuras de excrementos.

Quando os percevejos mordem, injetam um anestésico e um anticoagulante que evita que a pessoa perceba que está a ser mordida. As marcas de picada surgem dois a vários dias após a picada inicial e são semelhantes às de um mosquito ou de uma pulga: uma área ligeiramente inchada e vermelha que pode dar comichão e causar irritações cutâneas. Problemas de insónia ou ansiedade podem ser outras consequências de picadas de percevejos. 

Veja se tem marcas em zonas a descoberto como nariz, cara, pescoço, braços ou mãos.

De onde vêm os percevejos

Geralmente são transportados de um sítio para o outro em costuras e dobras de malas, roupas dobradas e de cama, móveis e outros sítios onde se possam esconder. A maioria das pessoas não percebe que transporta os percevejos, infetando as áreas enquanto viaja.

Como tratar

Todas as pessoas que estejam em contacto com uma área infetada. Qualquer pessoa que viaje com frequência e durma em locais por onde várias pessoas já passaram tem maior risco de ser picada ou de espalhar a infestação. A melhor maneira de tratar uma picada de percevejo é evitar coçar a área, aplicar cremes ou loções anti-histamínicas ou tomar um anti-histamínico. No caso de ser uma infestação, o local deve ser pulverizado com inseticida (nesse caso, contacte uma empresa de controlo de pragas). 


Imprimir Enviar por e-mail