Dicas

Frigideiras antiaderentes: refeições mais saudáveis

15 janeiro 2016

15 janeiro 2016

Umas são boas para fritar, outras não. Tome nota dos conselhos do chef Vítor Sobral e prepare com eficiência a próxima refeição. Se vai comprar uma frigideira antiaderente, escolha a melhor com a ajuda dos resultados do nosso teste.

Início

Quer cozinhar uma omeleta? Estrelar ovos? Selar carne ou peixe? Ou preparar uma tortilha? Use uma frigideira antiaderente. Mas não o faça se quer cozinhar um bife à portuguesa ou preparar um molho, recomenda o chef Vítor Sobral, que ficou conhecido por modernizar pratos tradicionais portugueses. 

Acompanhámos o chef Vítor Sobral na cozinha e descobrimos que a frigideira antiaderente não serve para tudo.
Acompanhámos o chef Vítor Sobral na cozinha e descobrimos que a frigideira antiaderente não serve para tudo.
Se o cozinhado precisa de mais tempo ao lume, pode optar por colocar uma tampa em cima da frigideira ou levá-la ao forno. “Mas neste caso, terá de selecionar uma frigideira sem pega de plástico, para que não derreta no forno”, lembra Vítor Sobral. “Idealmente, deve também preferir as frigideiras com fundo térmico, reconhecível pela espessura da base no exterior. E é aí que deve consultar também os símbolos que indicam em que tipo de fogões pode utilizar a frigideira, pois nem todas estão preparadas para ser usadas em fogões a gás, de indução ou de vitrocerâmica”, esclarece o chef.

Antes de introduzir qualquer alimento ou gordura na frigideira, aqueça-a primeiro. Mas não deixe a gordura queimar, sob pena de estragar o cozinhado. “A partir do momento em que começa a deitar fumo, já não vale a pena continuar. Se lá colocar um alimento, vai logo ficar queimado”, adverte Vítor Sobral. Nestas situações, colocar água fria está fora de questão. Há que retirar a frigideira do lume, esperar que arrefeça e depois limpá-la com papel absorvente.
Antes de comprar, confirme os símbolos no fundo da frigideira, para verificar se é compatível com o seu tipo de fogão.
Antes de comprar, confirme os símbolos no fundo da frigideira, para verificar se é compatível com o seu tipo de fogão.
Use pouca gordura numa frigideira antiaderente e se o alimento já for, por si, bastante gorduroso, como o bacon, nem sequer precisa de untar a frigideira primeiro. Evite ainda mexer demais na frigideira durante o cozinhado. “Se o fizer muitas vezes, está a introduzir ar frio na frigideira e a atrasar o cozinhado”, explica o chef. 

No final, tenha especial cuidado a lavar frigideiras antiaderentes. Não recorra a esfregões ou qualquer outro utensílio que possa riscar a frigideira. “Água, esponja e detergente são suficientes para a lavar”, garante Vítor Sobral. Se permanecerem alguns restos de alimentos agarrados à frigideira, basta deitar um pouco de água e levar ao lume, com tampa, até ferver. “Depois basta usar a esponja ou a escova de cozinha e eliminar toda a sujidade”, conclui o chef.
Retire os vestígios de gordura com papel absorvente.
Retire os vestígios de gordura com papel absorvente.