Notícias

Consultas de psicologia entre 10 e 100 euros

Um quinto dos portugueses tem problemas de saúde mental, situação que poderá ter-se agravado durante a pandemia. Pesquisámos o preço das consultas de psicologia em clínicas e consultórios privados e descobrimos que a primeira sessão custa com frequência 60 euros.

  • Dossiê técnico
  • Teresa Rodrigues
  • Texto
  • Fátima Ramos
09 dezembro 2020
  • Dossiê técnico
  • Teresa Rodrigues
  • Texto
  • Fátima Ramos
Terapeuta de máscara a ouvir um paciente e a tirar notas

iStock

Os últimos dados da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental, de 2016, apontam Portugal como o segundo país da Europa com maior prevalência de doenças psiquiátricas, com um quinto dos cidadãos a sofrer de, pelo menos, um problema deste foro. Globalmente, as desordens mentais e do comportamento surgem em segundo lugar no conjunto das doenças mais frequentes no nosso país, à frente das oncológicas, e apenas ultrapassadas pelas cerebrovasculares e cardiovasculares.

Se, há quatro anos, o panorama era cinzento, negro terá ficado com o desenrolar da pandemia de covid-19, que nos obrigou a ficar em casa, longe do à-vontade social que nos caracteriza como povo, contraídos nos afetos, com lutos por viver e a ameaça da crise económica e social sobre as nossas cabeças. As consequências para a saúde mental ainda não são totalmente conhecidas, mas os especialistas não se cansam de alertar para o aumento de casos de ansiedade, depressão e problemas ligados ao álcool e à toxicodependência.

Em Portugal, a procura de apoio psicológico parece estar a aumentar, segundo a Ordem dos Psicólogos Portugueses, e o Serviço Nacional de Saúde dificilmente consegue dar resposta às necessidades. O setor privado surge, assim, muitas vezes, como única alternativa. Mas a que preço?

Primeira consulta de psicologia: 60 euros 

De acordo com os dados fornecidos por 244 clínicas e consultórios privados, ao nível nacional, a primeira consulta de psicologia clínica tanto pode custar 10 como 100 euros. Porém, a grande maioria indicou valores entre 50 e 70 euros, sendo 60 euros o mais comum.

A segunda sessão e seguintes, por norma, ficam mais baratas, variando entre 5 e 90 euros. Neste caso, o valor mais frequentemente indicado foi de 40 euros.

Por região, os distritos de Lisboa e Setúbal e os Açores apresentam a média de preços mais elevada. Do lado oposto, com a média de preços mais baixa, encontra-se a Guarda.

Em cerca de metade dos locais, é possível marcar consultas online, embora alguns tenham referido que a primeira é obrigatoriamente presencial. Foi o caso do Centro Psicopedagógico de Coimbra, do Hospital da Luz – Centro Médico de Águeda e do Instituto Clínico de Évora. Na maioria, o custo das sessões à distância é idêntico ao das face a face.

Preços em 244 estabelecimentos

A recolha de preços das consultas de psicologia clínica foi realizada em agosto e setembro de 2020. Como? Telefonámos para estabelecimentos privados que as disponibilizavam. Identificámo-nos como colaboradores da DECO PROTESTE e perguntámos o preço da primeira sessão e das seguintes. O desafio foi aceite por 244 estabelecimentos, em Portugal continental e nas regiões autónomas.
 

Faça login no site para continuar a ler o artigo e saber os preços das consultas de psicologia em 244 estabelecimentos por todo o País.  

Se ainda não é subscritor, conheça estas e outras vantagens da assinatura.

Subscrever

Maioria sem acordos nem comparticipações

Grande parte dos locais contactados (168, em 244) não tem qualquer acordo, protocolo ou convenção com entidades que permitam aos doentes usufruir de desconto no preço das consultas. Os restantes indicaram ter preços mais baixos para beneficiários de seguros ou cartões de saúde, sendo a Médis, a AdvanceCare e a Multicare, as entidades mais mencionadas. Os nossos estudos a seguros de saúde também têm demonstrado que são poucos os que comparticipam consultas de psicologia.

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.