Como testamos

Ar condicionado: como testamos

16 maio 2016
Como testamos ar condicionado

16 maio 2016
Se a potência for muito baixa ou muito elevada para a divisão onde o aparelho vai ser instalado, estará a desperdiçar energia e dinheiro.
Para avaliar o funcionamento destes aparelhos, testamos o seu desempenho a arrefecer, a aquecer, a desumidificar e a distribuir o fluxo de ar e a temperatura.

Comparamos as capacidades de aquecimento e arrefecimento medidas com as anunciadas pelos fabricantes. Colocamos 7 pontos de medição da temperatura e da velocidade do ar a diferentes distâncias e alturas, para testar a homogeneidade da distribuição na divisão.

Para determinar a eficiência do ar condicionado, avaliamos o funcionamento com diferentes temperaturas exteriores: 35º C, 30º C e 25º C, no arrefecimento, e 2º C, 7º C e 12º C, no aquecimento. Também analisamos o consumo em stand-by.


Na versatilidade, consideramos funções vantajosas para o utilizador: as que reduzem o consumo energético, as distâncias permitidas entre a unidade exterior e a interior, a possibilidade de usar apenas o modo de ventilação, a indicação da temperatura real da divisão, entre outras.

Finalmente, avaliamos o ruído produzido pelas unidades exteriores e interiores, bem como o manual de instruções.

Imprimir Enviar por e-mail