última atualização: 09/11/2018

Bombas Calor vs Caldeira Pelletes (aquecimento central e agua quentne)

Bom dia,

Tenho uma moradia com apróx. 200m2 com pré-instalação para aquecimento central, ste anos pensamos colocar o dito aquecimento que garantisse também água quente quando os paineis solares não chegarem (pois neste momento só temos um termoacomulador com paineis e alimentado a eletricidade) ouvimos algumas opiniões de empresas a quem solicitámos orçamento. Neste momento estamos em dúvida entre caldeira a pellets ou bomba de calor. Dos orçamentos recebidos selecionámos 2 que nos pareceram mais apróximados ao que pretendiamos, sendo o valor dos orçamentos o seguinte:

Opção1:

Caldeira pelletes (Lasian auto. 24Kw Biomaster) = 3.380,00€

Bomba Calor (Carrier 30aw 14,5Kw) = 4590,00€

Opção 2:

Caldeira a pellets (Domusa limpeza auto.,BIOCLASS HM 16 + DR) =3450,00€

Bomba Calor (Panasonic Bi-Bloc geraçãoH 16kW, trifásica)=6.700,00€

Após analise a quetão é a seguinte,

Caldeiras a pelletes - estão orçamentadas caldeiras com potências equivalentes? Conseguimos saber o consumo apróximado em pellets?

Na Bomba de Calor - estão orçamentadas bombas equivalentes quanto á potência penso que a opção 2 é superior, mas quanto ao consumo estamos a falar de uma mais económica que a outra ou são equivalentes?

Grata pela disponibilidade,

Junte-se a nós

Esta informação foi útil e ajudou-o? Para apoiar a nossa comunidade, registe-se no site. É gratuito, demora menos de um minuto.

  • Pode perguntar e pedir conselhos
  • ler as contribuições dos nossos membros
  • dar o seu contributo 
  • receber o feedback de um especialista em energias renováveis.

Registe-se em DECO PROTESTE para participar.
Entrar ou Registar

Comentários

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
29/10/2018

Olá, Ana.


Estamos a investigar para responder à sua questão e publicaremos assim que possível.
Enquanto trabalhamos na resposta, convidamos os membros desta comunidade a partilhar sugestões e experiências sobre este tópico. As vossas informações podem ser úteis para outros consumidores!

Obrigado,

A equipa Energias Renováveis

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador
29/10/2018

Olá Ana,

Os equipamentos propostos apesar de não terem sido testados em laboratório por iniciativa da DECO Proteste, algumas considerações poderão ser feitas para a ajudará a fazer a melhor opção para o seu caso. 


Consultando os dados técnicos fornecidos pelos fabricantes das bombas de calor chamo a atenção que ambas as opções descritas correspondem a Bombas de calor ar-água para aplicações com aquecimento ou frio por pavimento radiante ou ventiloconvetores (fan-coils), ou seja de baixa temperatura com temperatura de saída de água quente máxima de 60ºC.

Se a Ana afirma que tem pré-instalação para aquecimento central, pergunto se tem instalado radiadores?

É possível a colocação de ventiloconvetores?

Os orçamentos foram feitos com visita técnica à sua casa para verificação de viabilidade?

Com os melhores cumprimentos

Equipa Energias Renováveis

User name
Ana Alegre ,Respondeu:
31/10/2018

Boa tarde,
Os radiadores serão instalados junto com a bomba de calor, em relação aos ventiloconvectores foi falado com o técnico que visitou o local que chegou á conclusão que a diferença de preço entre estes e os radiadores não compensaria a sua aplicação (agradecia v/ opinião sobre este ponto também).
Cumprimentos,
Ana

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador ,Respondeu:
02/11/2018

Boa tarde Ana,

A diferença de radiadores vs ventiloconvetores não se pode resumir a uma questão de "preço". Ambos têm aplicações e funcionalidades diversas. Se é proposto uma bomba reversível (que é o caso) os radiadores não vão permitir o arrefecimento ambiente, perdendo uma das funcionalidade da Bomba de calor, ao contrario dos ventiloconvetores. Se a função de arrefecimento não é uma necessidade para si, a instalação de uma bomba de calor reversível torna-se irrelevante.

Se pretende o uso de radiadores de parede, o uso de uma bomba de calor de Alta temperatura que atinja os 80ºC é o aconselhado a não ser que os elementos radiadores por divisão sejam dimensionados em conformidade (mais elementos).

Pelo contrário se pretende aquecer e arrefecer a casa o uso da bomba reversível de baixa temperatura (o caso apresentado) poderá ser uma opção viável.

A caldeira a pellets com potência adequada a alimentar todos os radiadores dimensionados, proporciona aquecimento ambiente a um custo de utilização muito competitivo.

para saber mais sobre pellets click aqui.

O custo por kWh da energia térmica gerada pelo consumo de pellets varia com o preço dos pellets (o custo por quilograma em palete é inferior ao custo por quilograma em sacos de 15 kg) e do rendimento da queima da salamandra/caldeira. Como valor médio considere 0,05 a 0,06 €/kWh.

No que diz respeito à bomba de calor, varia consoante a tarifa e o horário de uso, tendo um custo de utilização muito próximo do uso das pellets.

Com os melhores cumprimentos

Equipa energias renováveis

User name
Ana Alegre ,Respondeu:
06/11/2018

Bom dia,
optámos por instalar bomba de calor, neste momento ainda não sei se com os radiadores ou com ventiloconvectores.
Neste momento estamos com tarifa bi-horária da EDP SU (que penso ser uma das mais económicas neste momento), o vendedor falou-nos em consumos mensais que rondam os 100/150€ mantendo a cala a 19º, acha realista? Quanto aos ventiloconvectores vamos estudar se pretendemos utilizar também a parte de refrigeração, estes aparelhos dão para substituir porteriormente ou seja se neste momento instalarmos os radiadores e daqui a algum tempo pensarmos em fazer também refrigeração podemos substitui-los com facilidade ou é um processo complicado?
Desde já queria agradecer a v/ ajuda.
Cumprimentos,

User name Moderator
Bruno Miguel | Moderador ,Respondeu:
09/11/2018

Olá Ana,

A tarifa bi-horária pode compensar se o seu perfil de consumo se adequar. Se for apenas utilizado ao final do dia (não sendo contínuo) poderá não compensar. O vendedor para chegar aos valores descritos deve ter analisado criteriosamente o seu perfil e horário de consumo.

As necessidades energéticas para aquecimento padrão (média) em Portugal para termos de comparação das diferentes tecnologias são 65 kWh\m2.ano. Para 200m2 e consoante o seu horário de funcionamentos e tempo de utilização o custo de utilização poderá variar.

A maior dificuldade que se prevê em instalar agora radiadores e depois substituí-los por ventiloconvetores é o custo avultado para o realizar posteriormente (Abrangendo equipamentos e instalação). Volto a frisar que se instalou uma bomba de baixa temperatura, o uso de radiadores poderá não ser o mais adequado o que não significa que não venham a proporcionar o conforto necessário caso o projeto esteja bem pensado. 

Com os melhores cumprimentos

Equipa Energias Renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.