Notícias

Aquecedor Insta Heater da EHS.tv não poupa eletricidade e é perigoso

O aquecedor promete aquecer qualquer divisão em segundos e indica que pode mesmo ser utilizado na casa de banho, mas é publicidade enganosa. Após o nosso teste em 2020, a EHS informou-nos de que as falhas seriam corrigidas num novo produto, mas não é possível confirmar.

  • Dossiê técnico
  • Ricardo Pereira
  • Texto
  • Filipa Nunes
26 janeiro 2021
  • Dossiê técnico
  • Ricardo Pereira
  • Texto
  • Filipa Nunes
aquecedor elétrico insta heater

Testámos o equipamento no início de 2020 e as conclusões foram dececionantes. Comunicámos os resultados do nosso teste à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), por se tratar de um termoventilador perigoso, e à Direção-Geral do Consumidor, para que atuasse e multasse a empresa, dado que a publicidade enganosa era evidente.

Nada aconteceu até outubro de 2020, quando a EHS.tv nos comunicou que estava a corrigir os problemas no produto e que iria lançar um novo no mercado, sem falhas. Até agora, a EHS.tv não nos informou do lançamento para podermos testar o equipamento e verificar se os problemas se mantêm.

Resultados do teste ao Insta Heater

O aquecedor não “é capaz de aquecer qualquer ambiente em alguns minutos” e não “é perfeito, por exemplo, para levá-lo ao banheiro e aquecê-lo quando você sai do chuveiro”, como promete no anúncio.

Para provar as alegações comerciais feitas pelo fabricante, submetemos o aparelho ao mesmo ensaio laboratorial que aplicamos a todos os termoventiladores que testamos regularmente.

Numa câmara climática, simulámos o aquecimento numa sala com cerca de 15 metros quadrados. A temperatura está a 15 graus e medimos quanto tempo demora até atingir 25 graus. O melhor termoventilador do nosso teste, o ROWENTA SO 6510F2, demora quase 11 minutos. Já o Insta Heater demora mais de 5 horas a aquecer a sala. São 8 cêntimos contra 65 cêntimos gastos de uma só vez.



A poupança na fatura da luz é uma miragem. Imagine o cenário: usar o aquecedor de novembro a março, 2 vezes por dia. Pode custar menos de 25 euros, no caso do modelo Rowenta, ou mais de 196 euros com o Insta Heater. Pela diferença, dá para comprar 3 bons termoventiladores e ainda sobra dinheiro.

O Insta Heater anuncia ainda que pode ser usado para aquecer a casa de banho. Mas o produto não tem a marcação IP21, que indica que o aparelho está apto a funcionar nessa divisão, na placa de características. Em laboratório, comprovámos que algumas amostras falham o teste de IP21.

Não recomendamos a compra do Insta Heater: não cumpre o que anuncia sobre rapidez de aquecimento ou poupança energética e apresenta irregularidades ao nível da segurança elétrica. Falhou nos testes de resistência ao calor e ao fogo e, por isso, alertámos para este termoventilador perigoso à Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE). Com o teste completo em laboratório, a publicidade enganosa é evidente e pedimos à Direção-Geral do Consumidor que atue e multe a empresa.

É nosso subscritor e precisa de esclarecimentos personalizados? Contacte o nosso serviço de assinaturas. Relembramos ainda que pode aceder a todos os conteúdos reservados do site: basta entrar na sua conta

Se ainda não é subscritor, conheça as vantagens da assinatura.

Subscrever

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.