Notícias

Os melhores vinhos rosés por menos de 7 euros

04 julho 2017
Os melhores vinhos rosé

04 julho 2017
Escolhemos três vinhos rosés bons e que não dão cabo do orçamento. Dois estão entre os melhores do teste e um é Escolha Acertada.

Início

O rosé é um vinho com tradição e importante nas exportações de Portugal para o mundo. Ainda se ouvem comentários como "é para mulheres", "é secundário" ou "não tem classe", mas a situação tem-se alterado nos últimos anos. Muitos produtores estão a apostar na produção e os preconceitos estão a ser substituídos pela apreciação dos consumidores.  

Ver teste a vinhos

Os vinhos rosés são leves e consomem-se frescos, pelo que são ideais para beber na altura do verão. Algumas pessoas dizem que acompanham bem pratos ligeiros, como peixe e marisco. E se é verdade que existem rosés com notas mais próximas dos vinhos brancos, há outros mais estruturados, que fazem lembrar os tintos e acompanhariam bem um prato de carne. A escolha depende das preferências, não têm de seguir regras rígidas como "os tintos são para carne" ou "os brancos são para peixe".

França lidera a produção mundial de rosés, com destaque para a região de Provence. Estes néctares definem-se pela cor intermédia entre o vinho branco e o tinto. As suas características resultam do equilíbrio entre a suavidade do primeiro e a complexidade do segundo. Ao contrário do que alguns pensam, o rosé não é obtido através da mistura de tintos e brancos. Resulta da maceração de uvas tintas, mas o tempo de contacto com as películas é menor. O processo de vinificação é semelhante ao do vinho branco, que resulta na cor rosada. Do vinho tinto, o rosé herda as castas de origem e uma pequena quantidade de matérias corantes; ao vinho branco vai buscar a constituição geral (como o frutado ou a frescura) e uma certa analogia nas técnicas de vinificação. Algumas das castas usadas são, por exemplo, a Touriga Nacional ou a Tinta-Roriz.

O rosé tem lugar reservado na mesa de qualquer amante de vinhos. Em Portugal, o clima proporciona boas condições para o seu consumo, não sendo complicado bebê-lo. Pode ser uma grande companhia para saborear carne ou pescado, ou mesmo no desfrutar de uma das nossas belas praias, acompanhado de alguns petiscos.

Se é subscritor do Guia de Vinhos, registe-se no site para ver a nossa seleção de vinhos rosé por menos de 7 euros. Os subscritores têm acesso a todas as funcionalidades do comparador online e da app DECO Vinhos. Pesquise e compare por tipo de vinho (tinto, branco, rosé ou espumante), região, ano de colheita, marca, entre outros critérios. Nos resultados, apresentamos os preços recolhidos em centenas de lojas físicas e online. Como podem variar bastante, indicamos a loja mais barata perto de si.

Dicas para escolher, conservar e servir

  • Prefira estabelecimentos com climatização adequada, onde as garrafas estejam deitadas e ao abrigo da luz.
  • Observe o estado da garrafa. O nível de líquido não deve estar abaixo do normal.
  • Leia os rótulos para ter a certeza do que está a comprar (por exemplo, preste atenção ao ano de colheita). Designações do tipo “Reserva” ou “Colheita Selecionada” nem sempre são garantia de qualidade e o vinho com Denominação de Origem não é forçosamente melhor do que os com Indicação Geográfica (Vinho Regional).
  • O vinho pode perder qualidade quando guardado por muito tempo. Se costuma ter algumas garrafas de reserva, guarde-as deitadas, ao abrigo da luz e, de preferência, com uma temperatura constante - entre 12 a 14ºC (por exemplo, numa cave). As eventuais oscilações de temperatura não devem ser superiores a 4 ou 5ºC. O local onde guarda as garrafas deve ter alguma ventilação e a humidade relativa deve ser inferior a 75%, para evitar que a rolha e os rótulos se estraguem.
  • Se não tem onde guardar as garrafas nas condições adequadas, compre apenas as que vai consumir a curto prazo.
  • De uma forma geral, os rosés servem-se a uma temperatura a rondar os 10º centígrados.
  • Sirva em copos adequados, para ser apreciado. Encha os copos até pouco mais de meio e saúde!

Imprimir Enviar por e-mail