Notícias

Samsung apresenta Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge em Barcelona

26 março 2015 Arquivado
samsung6

26 março 2015 Arquivado

O gigante sul-coreano seguiu a tendência da Apple e lançou 2 smartphones: o Galaxy S6 e o S6 Edge, que pretendem unir inovação e resistência. Conheça os momentos altos do Samsung Unpacked 2015.

Samsung Unpacked 2015, que se realizou a 1 de março, deu a conhecer o Galaxy S6 e o Galaxy S6 Edge. Ambos primam pela inovação, sendo que o S6 Edge destaca-se pelo design: o ecrã ligeiramente curvado de 3 faces dá a sensação de que a tela se dobra nas laterais. Além disso, a Samsung substituiu o plástico pelo metal e pelo vidro, e agora promete os smartphones mais resistentes do mercado. 

Os preços dependem da capacidade do equipamento: 32, 64 e 128 gigabytes (GB), sendo que os aparelhos não incluem slot para cartão Micro SD. Em Portugal, os dois telemóveis já estão disponíveis, mas apenas a versão de 32 GB. O Galaxy S6 pode ser comprado a partir de € 679,90, enquanto o S6 Edge começa nos 829,90 euros (preço para o equipamento bloqueado ao operador e sem fidelização). Há 3 cores disponíveis: dourado, branco e preto. Estamos atentos e vamos testar os novos modelos. Entretanto, consulte o nosso teste a telemóveis para encontrar o melhor aparelho ao preço mais em conta.

Mais qualidade, o mesmo tamanho
Ao invés de aumentar o tamanho, a aposta da Samsung foi na qualidade. Com 5,1 polegadas, o ecrã Quad HD Super Amoled oferece uma resolução de 2560 x 1440 píxeis. O utilizador vê 577 píxeis por polegada (contra os 264 ppi do iPad Air 2), 77% píxeis a mais do que com o S5.

O novo SoC (System on a Chip) octa-core a 64 bits tem 4 núcleos Cortex - A57 a 2,1 Ghz, e mais 4 núcleos a Cortex - A53 de 1,5 GHz (o primeiro processador móvel de 14 nanómetros).

Com 5,1 polegadas, o S6 tem o mesmo tamanho do S5, mas o ecrã promete elevar a experiência de utilização.
Com 5,1 polegadas, o S6 tem o mesmo tamanho do S5, mas o ecrã promete elevar a experiência de utilização.
Também houve preocupação em aperfeiçoar a utilização. Os novos modelos apresentam interfaces simplificadas e com base em códigos de cores, que são associados a funções. O utilizador pode, por exemplo, definir o verde para as chamadas de contactos familiares. No caso do S6 Edge, se estiver virado para baixo, as zonas laterais assumem a cor definida para aquela pessoa e é possível perceber quem está a telefonar. É uma funcionalidade interessante para gerir o atendimento das chamadas, mas obriga a lembrar as cores associadas a cada contacto.
O ecrã ligeiramente curvo do S6 Edge faz lembrar as piscinas que, por terem os lados dobrados, parecem não ter fim.
O ecrã ligeiramente curvo do S6 Edge faz lembrar as piscinas que, por terem os lados dobrados, parecem não ter fim.

Boa experiência fotográfica
Algumas semelhanças no design dos equipamentos suscitavam comparações com a Apple. A Samsung não teve medo do confronto e colocou o S6 e o iPhone 6 Plus lado a lado durante a apresentação, para tirar a prova dos 9 em relação à câmara fotográfica. Com uma abertura F1.9 na lente frontal e traseira, os resultados do S6 deverão ser bons, mesmo sob condições de luz menos favoráveis. A câmara frontal de 5 megapíxeis e HDR em tempo real deverá ser adequada para as selfies. Já a câmara traseira traz 16 megapíxeis, à semelhança do Galaxy Note 4.

Bateria integrada e novo sistema de pagamento
A Samsung mantinha a bateria removível no Galaxy S5. Mas decidiu seguir os passos de outras marcas e optou pela bateria integrada nos novos aparelhos, sob o argumento de que a performance será melhor. Destacou, por exemplo, o rápido carregamento (10 minutos dão para 4 horas de utilização) e o carregamento através de wireless compatível com WPC e PMA.

Foi ainda apresentado o novo sistema de pagamento da empresa sul-coreana. O Samsung Pay pretende ser compatível com mais pontos de venda e entidades emissoras de cartões, como a VISA ou a Mastercard.

Imprimir Enviar por e-mail