Notícias

Cada vez mais consumidores se queixam de correspondência extraviada

Se o carteiro da sua zona não põe as cartas na caixa do correio certa ou as encomendas ficam por entregar, está na altura de se queixar. Os CTT foram a empresa que teve maior número de reclamações na nossa plataforma no último mês.

  • Dossiê técnico
  • António Lino
  • Texto
  • Alda Mota
16 agosto 2021
  • Dossiê técnico
  • António Lino
  • Texto
  • Alda Mota
carrinhas de distribuição dos correios em frente a um centro dos CTT

iStock

Pacotes que não são entregues na morada correta, extratos de conta extraviados ou deixados pelo carteiro fora da caixa de correio, cartas devolvidas ao remetente sem nunca terem sido apresentadas na morada de destino… O mau funcionamento de entrega de encomendas e correspondência por parte dos Correios é alvo de queixas diárias na nossa plataforma Reclamar, onde fazemos o acompanhamento dos consumidores na resolução dos seus problemas.

Fazer queixa na plataforma reclamar

A nossa associada C.M. vive numa vila perto de Castelo Branco e é uma das mais de 160 pessoas que usaram a nossa plataforma para expor a sua reclamação pelo serviço dos Correios. Cansada de protestar no posto dos CTT pela alegada falta de profissionalismo do carteiro, que levou a encomendas transviadas para a casa de vizinhos, cartas com extratos bancários deixados sobre o tanque da roupa e muita correspondência que acabou por nunca chegar a sua casa, apresentou queixa na nossa plataforma. Na sequência desta exposição, contactámos os CTT, que se justificaram, alegando existir dados incompletos para o envio da correspondência. Vamos continuar a acompanhar este processo.

CTT: a empresa com maior número de reclamações do último mês

No mês de julho, mais de 24 mil pessoas contactaram os nossos serviços para apresentarem reclamação. Os CTT foram a empresa mais reclamada neste mês.

A degradação da capacidade de resposta dos CTT às necessidades dos consumidores é evidente, quando se exige um serviço de qualidade, quer a pessoa viva numa grande cidade, quer num meio mais pequeno. A ausência de resposta às reclamações cada vez mais frequentes gera preocupação. Afinal, o consumidor necessita de ter a garantia de que a entrega de correspondência no seu domicílio se processa com segurança. Trata-se de um serviço necessário para a vida quotidiana de todos, e que é preciso levar a cabo com seriedade.

Caso o carteiro não cumpra com as suas responsabilidades ou se suspeitar que ele não entrega a correspondência de forma deliberada, ou ainda se considerar que está a agir com falta de profissionalismo, contacte-nos através da linha 218 410 858 ou exponha o seu caso na plataforma Reclamar. O caso será enviado para a empresa com o nosso apoio.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.