Notícias

Banco de Portugal compara comissões bancárias, mas sabe a pouco

De um lado, uma lista dos valores máximos cobrados. Do outro, a melhor conta para o seu perfil, quanto paga por mês e quanto poupa face ao mercado. Descubra a diferença entre um comparador e um simulador.

  • Dossiê técnico
  • Nuno Rico
  • Texto
  • Carla Oliveira Esteves
17 outubro 2018
  • Dossiê técnico
  • Nuno Rico
  • Texto
  • Carla Oliveira Esteves
comissoes bancarias

iStock

O comparador online de comissões bancárias do Banco de Portugal (BdP) permite obter informações sobre 93 tipos de comissões bancárias, mas só apresenta os valores máximos praticados por cada instituição bancária. A linguagem utilizada é muito técnica e detalhada, o que pode causar dificuldades de interpretação aos consumidores.

Os nossos especialistas avaliaram o desempenho da ferramenta e concluíram que se limita a comparar, ao contrário do nosso simulador de contas bancárias, que dá uma resposta personalizada a cada caso e mostra logo a opção mais barata. Mais concretamente, o simulador do BdP não tem em conta aspetos importantes para a decisão do consumidor, como a existência de eventuais bonificações nos valores cobrados em caso de domiciliação de vencimento ou de uma venda cruzada.

Por exemplo, imaginemos o caso de quem pretende abrir uma conta onde vai domiciliar o seu ordenado. Se usar o nosso simulador, escolhe os serviços de que precisa e obtém não só a melhor conta para o seu perfil no topo da lista de resultados, como também o valor que vai pagar por mês e quanto poupa face à média de mercado. Ao fazer a mesma pesquisa no comparador do Banco de Portugal, recebe uma listagem dos valores máximos cobrados por cada instituição para uma conta genérica.

No caso das contas pacote, que oferecem um conjunto de serviços mediante o pagamento de uma mensalidade, o comparador do Banco de Portugal não indica que produtos estão incluídos. Isto dificulta a comparação, até porque é um tipo de produto que varia muito entre instituições.

Ficámos satisfeitos por o BdP ter disponibilizado esta nova ferramenta, porque aumenta a informação ao dispor dos consumidores sobre produtos ou serviços bancários. Mas verificámos que algumas das sugestões que apresentámos durante a consulta pública não foram tidas em consideração por parte do regulador: por exemplo, a resposta dada deveria ser personalizada. O simulador omite ainda as condições de acesso aos produtos e a eventuais bonificações nas comissões apresentadas.
 

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.