última atualização: 13/10/2020

Esquentador vs bomba de calor monobloco

Boa tarde, 

Tenho a seguinte dúvida e procuro a melhor resposta.

Vou trocar de apartamento e tenciono optar pela melhor solução tendo em conta custo vs rentabilidade.

O meu agregado familiar é composto por 2 adultos, 1 adolescente e 2 bebes.

Se instalar gás Natural  em casa seria de proposito para o esquentador.

É mais econômico esquentador ou uma bomba de calor compacta de 270lts?

Segundo o que sei a instalação da bomba é fácil e não implica grandes alteração (apenas espaço e uma saida de ar). 

O consumo e de 700wts (compressor) e 2000wts se ouver necessidade de entrar a resistência electrica.

Classificação energetica A+

Alguem tem e experiência com este tipo de equipamentos?

 

Aguardo feedback

 

Cumps 

 

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Aquecer água da comunidade Energias Renováveis

1 Comentários

Filtrar por :
Faça login para aceder a este conteúdo. 
13/10/2020

Bom dia Pedro,

Tendo em conta a situação que descreve, a melhor opção passa pela aquisição de uma bomba de calor, mas deverá ter em conta as condições de instalação.

Na instalação sem recurso a condutas, deve ser garantido um volume mínimo do local de instalação, por exemplo, algumas marcas recomendam um volume superior a 20m2.

Com condutas (insuflação e extração), a dimensão das mesmas pode ser de 160mm e o ideal é a colocação das tubagens para o exterior do apartamento.

Analise com o instalador todos estes pormenores de instalação e faça de acordo com o que ele diz e a marca recomenda nos manuais de instalação.

No caso da construção do apartamento ter sido efetuada até ao final de 2006, poderá concorrer ao Programa de Apoio a Edifícios mais Sustentáveis, através do fundo ambiental.

Alguma dúvida adicional, disponha.

Obrigado, 
Equipa Energias Renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.