Notícias

Cafeína: 2 chávenas de chá equivalem a 1 bica

09 abril 2017
Cafeína: 2 chávenas de chá equivalem a 1 bica

09 abril 2017
Nem sempre trocar o chá pelo café significa ingerir menos cafeína. Outro mito é pensar que as bebidas energéticas estão mais carregadas com esta substância do que a bica. Conheça as quantidades de cafeína que nos rodeiam.

No cafeeiro, os grãos de café estão envolvidos por um fruto que, quando maduro, se assemelha a uma pequena cereja. Apesar de se conhecerem muitas espécies de café, são usadas principalmente 2 para produzir a famosa bebida: a arábica e a robusta. A arábica é plantada em quase todos os continentes, enquanto a robusta vem sobretudo de África. A principal diferença está no teor de cafeína, que acaba por se refletir no sabor. A robusta, que tem cerca do dobro da cafeína da arábica, dá origem a uma bebida mais encorpada, forte e amarga. 

Se está a pensar investir numa máquina de café, compare preços e características no nosso teste.

A cafeína é uma substância estimulante presente no café, cacau, chá, alguns refrigerantes e bebidas energéticas. Mas também no chocolate. Um adulto saudável não deve ingerir mais do que 3 ou 4 bicas por dia, já que a cafeína funciona com um estimulante para o sistema nervoso central. Em pessoas sensíveis, e em doses excessivas, causa ansiedade, insónias e irritação. Deve ser limitada a 400 mg por dia, no máximo. Para atingir este valor bastam, por exemplo, três cafés e um refrigerante. 

O consumo de cafeína é desaconselhado a crianças e adolescentes. O café é a forma mais comum de a ingerir, mas encontra-se disseminada em muitas bebidas. Por exemplo, nas bebidas energéticas.

Café e bebidas energéticas estão no topo na quantidade de cafeína. Mas uma chávena de chá pode não ser tão inocente quanto parece.
Café e bebidas energéticas estão no topo na quantidade de cafeína. Mas uma chávena de chá pode não ser tão inocente quanto parece.

Há, em média, cerca de 23 mg de cafeína em 100 ml de chá (como o chá preto, que é diferente das infusões). Se considerarmos que uma chávena de chá corresponde a 200 ml, ou seja, contém 47 mg de cafeína, e que uma bica tem 30 ml, com 88 mg de cafeína, é fácil perceber quem ganha o confronto. Mas se beber 2 chávenas de chá (400 ml), estará a ingerir a quantidade de cafeína equivalente a uma bica. Por sua vez, o ice tea contém bastante menos cafeína, cerca de 7 mg por 100 ml, ou 20 mg por lata (330 ml).

Enquanto o café é habitualmente mais consumido por adultos, os jovens preferem os refrigerantes. Apesar de 100 ml de coca-cola conterem apenas 9 mg de cafeína, geralmente bebe-se em maior quantidade. Uma lata de 330 ml contém 29 mg, o que é menos do que uma chávena de chá de 200 ml (47 mg de cafeína). Já 2 latas desse refrigerante ultrapassam, obviamente, a cafeína contida numa chávena de chá.

As bebidas energéticas, como o Red Bull, têm cerca de 30 mg de cafeína por 100 ml, ou seja,  uma lata de 250 ml tem 74 mg - o que continua a deixar o café em primeiro lugar. Já um descafeinado contém muito pouca cafeína, cerca de 2 mg por dose.

O chocolate negro tem 4 vezes mais cafeína do que o chocolate de leite.
O chocolate negro tem 4 vezes mais cafeína do que o chocolate de leite.

O chocolate de leite contém 16 mg de cafeína por 100 gramas. A mesma quantidade de chocolate negro tem 64 mg. Se considerarmos que um quadradinho de chocolate tem 4 g, então 5 quadrados de chocolate de leite representam 3,2 mg de cafeína. Os mesmos 5 quadrados de chocolate negro contêm 12,8 mg de cafeína.


Imprimir Enviar por e-mail