última atualização: 09/07/2020

Compras online: partilhe a sua experiência

Em tempo de pandemia, vamos mais vezes ao supermercado através de um ecrã. Mas o que sobra em comodidade não pode faltar em esclarecimento: que se cumpra, de uma vez por todas, a lei que exige informação sobre os géneros alimentícios.

O comércio alimentar e o retalho foram dos setores que, nas compras online, mais viram os seus números subir: cresceram uns expressivos 44% face ao período anterior à pandemia. Mas, apesar de, por lei, nas compras à distância ser obrigatório indicar todas as informações relacionadas com a rotulagem até ao momento em que se finaliza a aquisição, existem muitas falhas.

A esta conclusão chegámos, mais uma vez, com um estudo realizado em abril, em que passámos a pente fino 234 produtos de sete categorias, disponibilizados em nove portais.

Apenas dois terços dos produtos ostentavam a informação sobre a rotulagem obrigatória completa, indicando o que manda a lei, ou seja, a marca, a denominação, a quantidade líquida, o preço por embalagem, o preço por unidade de medida (kg ou l), os ingredientes, a declaração nutricional, as condições de conservação e/ou utilização e o nome da firma que comercializa o produto.

Nas compras online, os consumidores não podem tocar ou ler a rotulagem física do produto, mas comprar à distância não pode ser sinónimo de comprar às cegas. Por isso, queremos perceber como é a experiência de quem compra online géneros alimentícios. Conte-nos a sua experiência, respondendo às seguintes questões nos comentários ou através do e-mail alimentacaoesaude@deco.proteste.pt. 

1. Fez compras online de bens alimentares no período de março a abril 2020?

a. Sim e já costumava fazer compras de bens alimentares online

b . Não, mas devido às circunstâncias (COVID 19) passou a recorrer a esta forma de compra

c. Não, não fiz

2. Se respondeu sim, quais as dificuldades sentidas especificamente neste período:

a. problemas associados ao acesso ao site

b. disponibilidade dos produtos

c. tempos de espera

d. prazos de entrega

e. outros

3. Depois deste período, continua a fazer compras de produtos alimentares online?

a. Sim

b. Não

4. Quais as maiores dificuldades que sente com as compras online dos produtos alimentares? (indique pelo menos 3)

a. Disponibilidade dos produtos

b. Escolha dos produtos alimentares

c. Pagamento

d. Custos de entrega

e. Prazo de entrega

f. Acondicionamento dos produtos na entrega

g. Problemas relacionados com a frescura e conservação dos alimentos entregues

h. Prazos de validade perto do fim

f. Outros

5. No processo de compra online dos produtos alimentares, quais as principais dificuldades que encontra? (indique pelo menos 3)

a. Escolher as categorias de produtos?

b. Comparar preços?

c. Falta de informações sobre as características do produto?

d. Ler os ingredientes dos alimentos?

e. Ver a declaração nutricional?

f. Interpretar a declaração nutricional?

g. Identificar alimentos para uma alimentação especial (exemplo alimentação vegetariana, sem glúten, sem lactose)?

h. Identificar a forma de produção (exemplo produção biológica, produção integrada)

i. Identificar os alergénios?

j. Outros

A sua experiência com compras online é importante para nós. Partilhe-a connosco, nos comentários
ou através do e-mail alimentacaoesaude@deco.proteste.pt. 

Obrigado!

Equipa DECO PROTESTE

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Serviços da comunidade Testes DECO PROTESTE

Comentários

Seja o primeiro a comentar