última atualização: 16/09/2015

FOTOVOLTAICO PARA CASA MÓVEL

Boa tarde.

A minha questão prende-se com algumas dúvidas que tenho relativamente a Armazenamento.

Poderei vir a adquirir uma Casa Móvel, para instalar num prédio rústico, que não tem quaisquer infra-estruturas, quer eléctricas, quer de saneamento.

No que toca à parte eléctrica, essa casa móvel está preparada para 220V, tem Frigorífico, terá TDT+SAT, forno, pc, máquina de lavar roupa e alguns utensílios mais.

Logicamente, a minha opção será o fotovoltaico, pois um gerador só em último recurso, não apenas pela poluição que causa, como também pelo custo do próprio combustível.

O que pretendo será uma potência que me permita tudo isso, mas que também me permita armazenar a energia que "sobre", quer por não a consumir, não a desperdiçando, para os dias em que não haja tanto Sol (dias de chuva, nublado, nevoeiros, Inverno, etc)...

Há alguma solução que possam indicar-me, quer técnica, quer em termos de custos?
É que pelo que vejo, 200W não chegarão para nada, pois só um mini-forno consome 800W (em média) enquanto um aquecedor de Halogéneo chega facilmente aos 1200W.
Será necessário aquirir uma pilha de baterias tipo automóvel ou outras, que me permitam ter um fornecimento ininterrupto de electricidade, ou haverá algum sistema já dessa forma construido?

Confesso que esta área não é do meu particular domínio e, por isso tenho todas essas questões...

Obrigado a todos, em particular a quem saiba e possa elucidar-me a respeito! :D

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Produzir eletricidade da comunidade Energias Renováveis

3 Comentários

Filtrar por :
Melhor resposta
Faça login para aceder a este conteúdo. 
16/07/2015
Melhor resposta

Bom dia Caro Nuno Falcão,

Um fotovoltaico isolado da rede, autónomo, como é o caso que nos apresenta necessita de um estudo mais aprofundado.

A energia que irá necessitar será fornecida pela bateria e não diretamente pelos painéis. Essa bateria deverá ter capacidade para acumular energia suficiente para abastecer todos os aparelhos elétricos durante a noite e nos dias sem sol.

Os painéis irão fornecer energia aos aparelhos ligados durante as horas de sol (frigorífico, TDT, etc) e carregar a bateria com o excedente portanto, concordo quando diz que 200W não serão suficientes.

Resumindo, deverá adquirir uma bateria com capacidade para fornecer energia suficiente aos aparelhos elétricos durante dois ou três dias (dependerá da região, se for uma zona com menos horas de sol poderá ter que ampliar a capacidade da bateria) e painéis suficientes para a carregar no tempo disponível (se for uma casa com utilização diária, a bateria deverá chegar ao fim de cada dia completamente carregada, se for uma casa de fim de semana, como tem mais tempo para carregar a bateria poderá adquirir menos painéis).

O que recomendamos sempre neste caso é que contacte um instalador (ou vários) local que lhe possa dar um orçamento com base no seu perfil de consumo. Apenas a potência dos aparelhos não é suficiente para o dimensionamento. É necessário saber quantos irão funcionar, a que horas e com que frequência (possivelmente a máquina de lavar roupa não irá funcionar ao mesmo tempo que o forno e nenhum deles funcionará todos os dias).

Este sistema deverá funcionar durante vários anos, pelo que o preço de aquisição não deverá ser o primeiro critério na escolha do instalador. Deverá procurar um que lhe dê garantias de qualidade, com um conjunto de obras já feitas e clientes satisfeitos que possam comprovar a qualidade do seu trabalho.


Com os melhores cumprimentos da equipa do CLEAR Portugal

Melhor resposta
Faça login para aceder a este conteúdo. 
15/09/2015
, Respondeu:
Melhor resposta

Peço desculpa pela demora na resposta (que, naturalmente e, desde já, agradeço).

A zona seria ali para os lados de Pinheiro da Cruz-Melides, sendo que já cheguei a residir em Santo André e não me recordo de ter visto por aquelas bandas algun instalador...

Ao que parece, se bem me recordo, a EDP andou com uma publicidade televisiva qualquer com uma qualquer solução a esse nível.

Seria viável, eventualmente? Por todas as razões e mais alguma, eu quero evitar a EDP ao máximo, mas, não havendo outra solução, lá terá de ser, não é verdade?

Todavia, não sendo a EDP, mas sim uma instalação "normal", em quanto poderia ficar-me uma instalação para 1500W ou 2000W?
Há algum valor de referência, ou média que se possa tomar como referência?
Eu sei e lembro-me que antigamente era caríssimo e que chegavam a custar 5000 contos e mais, mas que agora o preço tem vindo a baixar para valores já bem mais aceitáveis e com muito melhor qualidade e fiabilidade que antigamente...

Se puderem esclarecer-me também quanto a isso, agradeço.

Obrigado,
Cumprimentos,
Nuno Palhares-Falcão

Melhor resposta
Faça login para aceder a este conteúdo. 
16/09/2015
, Respondeu:
Melhor resposta

Boa tarde, caro Nuno Palhares-Falcão,

   Os preços dos sistemas fotovoltaicos têm descido consideravelmente nos últimos anos e consegue encontrar neste momento, kits de 1.500W com preços na ordem dos 3.000€ a 4.000€, mas não gostaria que tomasse este valor como referência para o seu caso particular.

   Devido à especifidade do sistema que pretende, aconselho-o a consultar uma empresa especializada, para que analise o seu perfil de consumo, necessidades de energia e as horas a que necessita dessa energia, podendo então fornecer-lhe um orçamento com a potência necessária, necessidade de baterias ou não e dar-lhe ainda uma estimativa dos tempos de retorno do seu investimento.

   No que se refere à EDP, neste caso, seria apenas um dos fornecedores possíveis, mas existem outros e seguramente que existirão profissionais competentes na sua região.

   Por não termos dados sobre os mesmos e nunca termos avaliado a sua qualidade, não estamos em condições de lhe recomendar nenhum, mas podemos recomendar que contacte as associações do sector fotovoltaico que, certamente, terão informações sobre os seus associados que operam na região que nos indicou.

Com os melhores cumprimentos da equipa do CLEAR Portugal