Dicas

Como fazer a manutenção de radiadores

O aquecimento central parece não funcionar bem? Uma correta manutenção é fundamental para melhorar o rendimento do aquecimento, reduzindo o consumo de energia e a sua fatura mensal.

  • Dossiê técnico
  • Ricardo Pereira
  • Texto
  • Cláudia Sofia Santos
18 novembro 2020
  • Dossiê técnico
  • Ricardo Pereira
  • Texto
  • Cláudia Sofia Santos
Limpar um radiador

iStock

A falta de uso do sistema de aquecimento central durante grande parte da primavera e do verão favorece a formação de bolsas de ar no interior, reduzindo consideravelmente a sua capacidade de aquecimento. Existem dois tipos de purgadores: automáticos e manuais. Nos automáticos não tem de fazer nada: o ar é expelido sozinho e a purga do ar do circuito fica feita. Nos manuais, a operação fica a seu cargo. Os radiadores devem ser sempre purgados antes do ciclo de aquecimento, ou seja, no início do outono. Mas, se não o fez, ainda tem tempo.

Como purgar um radiador passo a passo 

  • Para saber se tem ar no interior do sistema de aquecimento, deve ficar atento a um sinal importante: ouvir ruídos estranhos no sistema, como gorgolejos. A forma mais clara de avaliar é, se ao tocar no radiador, a parte superior estiver mais fria do que a inferior, pois o ar tende a subir.
  • Uma vez identificado o problema, a primeira coisa a ter em mente é que a purga deve ser feita sempre com o aquecimento desligado. O radiador deve estar frio e o circuito de aquecimento desligado de modo a que a unidade de circulação da caldeira não movimente a água no circuito e, com ela, o ar acumulado. Não havendo circulação de água (e de ar) no circuito, o ar que possa estar nos radiadores permanece na parte superior destes, facilitando a purga.
  • O próximo passo será fechar a válvula de alimentação do radiador a ser purgado: é aconselhável iniciar sempre pela que estiver mais próxima da caldeira, seguindo assim o sentido do fluxo de água dentro do sistema de aquecimento.
  • Depois disso, com a ajuda de uma ferramenta adequada, desaperte a válvula que está localizada na parte superior do radiador e mantenha-a aberta até que comece a sair água constantemente e sem ser às golfadas (coloque um pequeno recipiente no fundo da válvula para recolher a água que sai). Repita o processo para cada um dos radiadores de sua casa.
  • Depois de concluída a purga de todos os radiadores, não se esqueça de verificar a pressão da água na caldeira, que geralmente deve estar entre 1 a 1,5 bar (a caldeira pode ter um manómetro ou um display digital que indica esse valor e deve consultar no manual de instruções como proceder para verificar a pressão). 

O que fazer se os radiadores não aquecerem?

Se, uma vez feita a purga, ainda houver radiadores que não aquecem ou não aquecem o suficiente, o sistema pode não estar equilibrado.

Na parte inferior do radiador existe outra válvula que regula o fluxo de água no radiador – válvula de retorno. Regra geral, a válvula pode ser aberta ou fechada, com uma ferramenta adequada, abrindo ou fechando a passagem de água no radiador. A sua função é compensar e regular a distribuição do caudal de água quente entre os radiadores que constituem o sistema, fazendo com que todos aqueçam da mesma forma independentemente da distância do radiador à caldeira.

Com a caldeira a funcionar e com as válvulas de admissão (as do topo do radiadores) totalmente abertas no máximo, deve verificar, após alguma estabilização da temperatura dos radiadores, se todos estão igualmente quentes.

Em teoria, os mais próximos da caldeira irão estar mais quentes. Nestes, vá fechando a válvula de retorno (em rotações controladas da válvula, deixando a temperatura do radiador estabilizar entre operações de ajuste). Também podemos reduzir a emissão de radiadores em zonas em que seja necessária uma menor capacidade de aquecimento – mas recomendamos o fecho da válvula de alimentação – de forma a desviar o fluxo para os radiadores onde queremos maior temperatura.

Se, após a purga, o radiador continuar frio, verifique se a válvula de admissão está completamente fechada e abra-a de acordo com a temperatura que deseja para cada uma das divisões.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.