Notícias

Huawei invade disputa entre Apple e Samsung no teste a telemóveis

Testámos o Huawei P20 e o Huawei P20 Pro e confirmamos as promessas do fabricante: o P20 Pro está à altura do iPhone X e dos Samsung Galaxy S9 e S9+.

15 maio 2018
huawei p20 pro

iStock

A marca chinesa tinha anunciado a pretensão de ser a número um dos smartphones no lançamento dos modelos Huawei P20 e Huawei P20 Pro como os concorrentes diretos dos Samsung Galaxy S9 e S9+ e do iPhone X ao nível do desempenho.

Testámos os dois modelos em laboratório e é a primeira vez que uma outra marca se coloca ao nível dos topos de gama da Apple e da Samsung. O P20 está fora do pelotão da frente mas, ainda assim, consegue uma avaliação muito boa.

aspetos muito bons no Huawei P20 Pro, como a qualidade do ecrã. A autonomia da bateria, dentro deste lote de aparelhos, só é superada pelo Samsung Galaxy S9+ em mais uma hora (24 horas). Já a velocidade de carregamento da bateria é superior à dos iPhones e semelhante à dos Samsung. A qualidade das fotos tiradas com a câmara principal é outro aspeto a destacar. No entanto, a gravação de vídeo e a câmara frontal, embora competentes, não são tão boas como nos restantes aparelhos.

No geral, o Huawei P20 Pro é um dispositivo muito bom, que oferece um novo conceito de lente tripla com teleobjetiva com zoom ótico de 3x. Além disso, com uma resolução muito alta, ao usar o zoom híbrido de 5x, não há grandes perdas na qualidade da imagem. O modo Master AI de inteligência artificial da câmara muda de programa de acordo com o conteúdo da imagem (por exemplo, passa a modo retrato com efeito Bokeh). Esta mudança pode ser confusa e levar a resultados indesejados, mas também poderá agradar a alguns utilizadores.

Em relação à cor, algumas imagens parecem muito artificiais e demasiado coloridas. A qualidade de imagem da câmara é muito boa com más condições de luz. Como outros modelos topo de gama da Sony e da Samsung, o P20 Pro suporta um modo super slow-motion. O dispositivo tem colunas integradas na moldura.