Notícias

DECO PROTESTE suspende avaliação a antivírus de empresa russa Kaspersky

A evolução da guerra na Ucrânia e a intensificação de sanções impostas à Rússia levam-nos a retirar a recomendação de compra aos antivírus comercializados pela empresa russa Kaspersky.

04 março 2022
Conceito de antivírus

iStock

Depois de termos elegido, na edição de março da revista PROTESTE, o antivírus Kaspersky Security Cloud Free como a nossa “Escolha Acertada” na categoria de antivírus para computadores com sistema operativo Windows, decidimos suspender a sua avaliação técnica e, por consequência, retirar-lhe a nossa recomendação de compra.

À data de fecho da edição da PROTESTE, a Europa não estava ainda mergulhada num conflito armado e cibernético. A certificação de entidades terceiras à Kaspersky dava-nos, à data, garantias de independência do produto que permitiam a sua integração no habitual teste a antivírus.

Hoje, a Europa vive uma situação excecional, onde a cibersegurança assume, mais do que nunca, um papel crítico, e somos forçados a aplicar um legítimo princípio da precaução, não recomendando a utilização de tecnologia com origem na Rússia. Com efeito, não é possível descartar uma eventual possibilidade de pressão ou recurso do governo russo a este software, no âmbito de um conflito que é também uma ciberguerra.

A notícia da invasão do território ucraniano por parte das tropas russas, na madrugada de 24 de fevereiro, não pode deixar indiferente uma organização que luta pela defesa democrática dos direitos de todos os consumidores. Depois de aprovados, à escala internacional, vários pacotes de sanções económicas e financeiras à Rússia, que implicam, em muitos casos, o corte de relações entre empresas de todo o mundo e organizações de origem russa, decidiu também a DECO PROTESTE retirar a sua recomendação de compra para produtos comercializados por empresas russas, como é o caso dos antivírus da Kaspersky.

Embora a CEO da empresa russa, Eugene Kaspersky, já tenha vindo a público manifestar a total independência da sua empresa face ao governo russo e tenha depositado esperança no diálogo pacífico como possível solução para o conflito que opõe Rússia e Ucrânia, não podemos, em consciência, incentivar a instalação de software de origem russa nos computadores dos consumidores.

Da mesma forma, também não será encetada qualquer iniciativa de cariz comercial, que pudesse levar a empresa Kaspersky a adquirir o selo “Escolha Acertada”, atribuído pela DECO PROTESTE em cada um dos seus estudos.

A iniciativa da DECO PROTESTE está a ser replicada em várias organizações europeias de defesa do consumidor, em particular nos países onde a Euroconsumers está presente, como é o caso de Portugal.

“Sempre preservámos a nossa independência em cada um dos estudos que produzimos e por essa razão recorremos a laboratórios certificados para garantir total isenção. Mas há momentos em que temos de agir em nome de um bem maior. Tendo em conta os acontecimentos recentes, não podemos e não vamos incentivar a utilização de qualquer tecnologia russa nos computadores dos consumidores portugueses”, explica António Balhanas, country manager da DECO PROTESTE. “Fazemo-lo em nome da segurança dos consumidores e em nome da solidariedade que se exige, nesta altura, a todos os povos”, sublinha António Balhanas.

O estudo a antivírus para computadores elegeu ainda o Bitdefender Internet Security, comercializado pela empresa romena Bitdefender, como o “Melhor do Teste”, com 83 pontos. Como Escolha Acertada, a nossa recomendação recai agora no AVAST Free Antivirus, que somou 77 pontos no nosso estudo.

Se deseja desinstalar o software Kaspersky de um computador com sistema operativo Windows, clique em “Definições” no menu do botão Iniciar. Entre em “Aplicações” e procure o Kaspersky na lista de “aplicações e funcionalidades”. Selecione a linha referente ao antivírus e clique no botão “Desinstalar”. Confirme, depois, que o programa antivírus do Windows ficou ativo, em Definições > Privacidade e Segurança > Segurança do Windows. Em alternativa, instale outro antivírus.

Por fim, a DECO PROTESTE sublinha a sua total solidariedade para com o povo ucraniano, disponibilizando desde a primeira hora informação relevante para apoiar a integração a todos os que procurarem acolhimento em território português.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.