Notícias

Unhas de gel aumentam o risco de cancro da pele?

16 março 2017
Unhas de gel aumentam o risco de cancro da pele?

16 março 2017
Não há estudos suficientes que provem que as lâmpadas UV usadas nas unhas de gel provocam cancro. Para apostar na prevenção, aplique protetor solar nas mãos antes da manicure.
Um artigo da revista científica Jama Network divulgou o caso de duas mulheres que desenvolveram cancro de pele, apesar de não terem histórico familiar. O que tinham em comum? Ambas usavam unhas de gel. Mas não vale a pena entrar em pânico. Segundo o mesmo estudo, apesar dos indícios de que a exposição às lâmpadas UV pode representar um fator de risco para o desenvolvimento do cancro de pele, são precisos mais estudos que comprovem esta relação.

As unhas de gel e o gelinho são mais resistentes do que o verniz normal, por isso muitas mulheres recorrem a estas técnicas. O mecanismo é simples: aplica-se uma ou duas camadas de gel nas unhas e depois o verniz de cor. No caso do gelinho, é usado apenas um verniz especial. Para secar, as mãos são colocadas sob lâmpadas UV ou LED. Estas emitem radiação ultravioleta, que contribui para o envelhecimento precoce da pele e, nalguns casos, para o aparecimento do cancro da pele. No entanto, trata-se de um risco baixo, principalmente quando comparado com o dos solários.

São necessários mais estudos científicos para avaliar se a exposição às lâmpadas de secagem do gel e do verniz potencia o risco de cancro. Se é adepta da prevenção, siga o conselho da Skin Cancer Foundation: 20 minutos antes de começar a manicure, aplique creme solar com proteção UVA e UVB nas mãos.

Manicure com riscos escondidos

Para algumas pessoas, cuidar das mãos e dos pés no salão de beleza pode ser sinónimo de problemas. Solventes como a acetona e outros removedores de verniz podem provocar dermatites de contacto, escamação, enfraquecimento ou descoloração das unhas.

Se os alicates e limas de unhas, entre outros objetos, forem usados sem desinfeção prévia entre os tratamentos, corre o risco de contrair fungos ou hepatite, por exemplo.

Para evitar estas situações, procure um salão de beleza onde veja que os objetos são colocados dentro de máquinas próprias de desinfeção. Se notar que está a desenvolver uma reação alérgica ou que as unhas estão mais fracas, retire o verniz ou o gel no salão e não volte a usar o produto. Pode experimentar outro, com uma formulação diferente, para ver como as unhas reagem. Também deve notificar o Infarmed.

 


Imprimir Enviar por e-mail