Dicas

Queda de cabelo: como tratar

09 novembro 2020
Homem a ver-se ao espelho e a observar a queda de cabelo

Dietas, suplementos alimentares, ampolas, champôs antiqueda, massagens e laser são ineficazes. A queda temporária resolve-se por si e contra a calvície só mesmo um transplante capilar, uma peruca ou medicamentos.

Início

A queda temporária é normal. Por norma perdemos entre 50 a 100 fios de cabelo por dia sem que reparemos. Marque uma consulta com o médico de família ou com um dermatologista se, regularmente, ultrapassar os cem cabelos por dia (mais ou menos uma madeixa), se sentir dor, comichão e irritação do couro cabeludo ou se surgirem peladas. 

Há uma enorme variedade de cosméticos que garantem tratar e/ou prevenir a queda de cabelo ou até favorecer o seu crescimento. Mas a eficácia de loções e ampolas nunca foi demonstrada e os champôs antiqueda também não têm qualquer efeito.

A publicidade a estes produtos baseia-se em dois argumentos muito discutíveis: estimulam a circulação sanguínea e alimentam a raiz do cabelo. Não está provado que uma boa circulação sanguínea estimule o crescimento do cabelo. A queda não ocorre porque a raiz é fraca ou por o cabelo estar desnutrido. Além disso, a raiz não se "alimenta" do exterior, mas sim dos vasos capilares.

Os suplementos alimentares que alegam combater a queda, compostos por vitaminas e minerais, são desnecessários se seguir uma dieta equilibrada. Além disso, não têm eficácia comprovada. Em excesso, estes suplementos podem causar danos e até interagir com medicamentos. Por demonstrar está ainda a presumida eficácia de extratos botânicos, como os derivados do chá verde e a levedura de cerveja. A carência em zinco, ferro ou cálcio pode afetar o cabelo, mas deverá fazer uma avaliação médica para saber se precisa de reforço vitamínico. 

Todos os dias há novas técnicas que prometem combater a calvície, como a ozonoterapia, o laser ou a estimulação mecânica por massagem. Embora inofensivos, só conseguem melhorar a aparência do cabelo.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós