última atualização: 01/09/2020

A moda das novas matrículas

Quer dar um novo look ao seu carro ou à sua mota? Pode optar por trocar a placa antiga pelos modelos de matrículas mais recentes, nada o impede. Antes de aderir à moda, certifique-se de que escolhe um estabelecimento certificado que cumpra as medidas homologadas, ou arrisca-se a coima até 600 euros e a chumbar na inspeção periódica obrigatória.

Certifique-se de que existe espaço entre os dois grupos de duas letras intercalados por um grupo de dois algarismos. A disposição dos grupos deve ser centrada vertical e horizontalmente, e o espaçamento deve ser de 20 mm entre grupos e de 10 mm entre carateres do mesmo grupo. Os carateres não podem ter altura inferior a 60 mm.

Devem ainda ser revestidas de material retrorrefletor, apresentando fundo de cor branca e letras, algarismos, traços e rebordo periférico a preto.

Segundo o IMT, tanto a primeira matrícula do novo formato como a última chapa feita nos moldes anteriores (99-ZZ-99) foram atribuídas em março a carros elétricos. As matrículas no formato anterior vigoravam desde 2005. Com ele, estima-se que tenham sido registados mais de cinco milhões de veículos.

Veja as regras das novas matrículas ao milímetro.

Tem dúvidas sobre as novas matrículas e modelos homologados? Partilhe-as nos comentários.

Equipa DECO PROTESTE

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Auto da comunidade Mobilidade

Comentários

Seja o primeiro a comentar