última atualização: 06/05/2022

Contadores inteligentes

Boa tarde.No dia 17-12-2021 recebi um técnico da E-REDES para proceder à substituição do contador de electricidade antigo por um dito inteligente. Devo esclarecer que, na morada em causa, não tenho qualquer equipamento ligado, pelo que mantenho o quadro da electricidade desligado quando estou ausente. O quadro foi ligado propositadamente para que a assistência técnica pudesse operar. Concluída a intervenção, o técnico entregou-me o folheto com explicações sobre o novo equipamento. Ao pressionar o botão de controlo, pude verificar os códigos que apareciam no visor e as informações a eles associadas. Nos códigos 1.8.1 e 1.8.2 -Consumo horas de vazio e horas de ponta, respectivamente- tinha a informação de 0 KWh, mas no *** 1.8.3 -Consumo horas cheias- aparecia um consumo de 4 KWh. Na meia hora que demorou a instalação, não foi consumida energia, com excepção da lâmpada do tecto e do eventual equipamento utilizado pelo técnico. Este afirmou que os 4 KWh que surgiam no visor correspondiam ao consumo num outro local onde alegadamente o equipamento estivera previamente instalado, mas reiterou que o consumo em causa fora pago pelo cliente proprietário do local de instalação anterior e que "obviamente" não me seria cobrado. Esta situação causou-me estranheza e pareceu.me de todo irregular. Ainda assim, dei o benefício da dúvida ao técnico. Terminado o serviço, voltei a desligar o quadro da electricidade antes de sair do apartamento, ao qual não regressei.Ao contrário do que havia sido assegurado pelo técnico, o valor correspondente ao consumo de 4 KWh foi-me cobrado na factura seguinte. Não consigo compreender por que motivo foi instalado no apartamento um contador inteligente já com um consumo prévio alheio e pergunto-me se a EDP Comercial terá cobrado o consumo dos mesmos 4 KWh a dois clientes diferentes, proprietários das habitações onde o contador foi instalado. No limite, esse contador poderia ter estado instalado em diversas habitações, sendo depois substituído por outro equipamento por algum motivo, com cobrança dos 4 KWh a todos os clientes que chegassem a ter o dito contador instalado. Nestes termos, seria, sem dúvida, um contador "inteligente", sobretudo para os fundos mas aparentemente insaciáveis bolsos da empresa. Contactei a E-REDES, expus a ocorrência e solicitei, sem sucesso, que o contador recém-instalado fosse substituído por um equipamento "a zeros". Quem me atendeu não soube explicar o motivo pelo qual havia sido instalado um contador inteligente já com consumo registado e, quanto à minha indignação face à cobrança do valor correspondente (do qual eu não havia usufruído), recebi o comentário de que se trataria de um valor muito reduzido, quase irrisório. Refutei que qualquer montante cobrado sem receber nada em troca era caro, pois não deveria sequer existir.Gostaria de saber se situações como a que me ocorreu são ou não inusitadas e se devo ou não conformar-me com a manutenção do referido contador inteligente.Cumprimentos.

236 Visualizações 0 Comentários 0 Gostar
Faça login para aceder a este conteúdo. 
User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Produzir eletricidade da comunidade Energias Renováveis

Comentários

Seja o primeiro a comentar