Dicas

Como escolher a cadeira de escritório ideal

Opte por uma cadeira de escritório que lhe garanta o conforto. Conheça os requisitos que a cadeira ideal deve cumprir e aprenda a ajustá-la à sua medida.

senhora sentada numa cadeira de escritório a falar ao telemóvel em frente a um computador

iStock

As cadeiras, sobretudo de escritório, foram evoluindo, de forma a adquirirem uma estrutura mais confortável e ergonómica — adaptar o design dos objetos às necessidades do ser humano, no que à saúde e à segurança diz respeito. Numa altura em que o teletrabalho, em muitas empresas, veio para ficar, é crucial ter uma cadeira no escritório doméstico que cumpra todos os requisitos para o seu bem-estar.

Veja como montar o seu escritório em casa 

Primeiro, tire medidas ao escritório

Não lhe serve de nada comprar uma cadeira XPTO, se, depois, não cabe no seu espaço de trabalho. Antes de qualquer compra, olhe para o seu escritório. Recomendamos que considere a altura e a espessura da mesa, bem como a disposição dos materiais nela pousados, para que a configuração da cadeira e dos braços da mesma não impeça a aproximação ao plano de trabalho. Analise, ainda, a posição da mesa no espaço e certifique-se de que consegue mover a cadeira sem bater em nenhum móvel. A escolha do design da cadeira é, em tudo, influenciado pelas necessidades do meio onde está inserida.

Prefira uma cadeira regulável

Uma boa cadeira de escritório depende, também, das necessidades e características morfológicas do utilizador. Por isso, será sempre um produto que tem de ser personalizado. Como tal, um dos requisitos que mais importam é, sem dúvida, a possibilidade de regular e ajustar a cadeira. Gerir a altura do assento, a inclinação do encosto e do apoio lombar, de forma a auxiliar nas mudanças de postura, ajustar os braços da cadeira, para que seja mais fácil levantar-se e sentar-se, e descansar os ombros, o pescoço e os antebraços, são possibilidades fundamentais.

A mobilidade e a estabilidade da cadeira também são critérios a ter em conta: deve conseguir rodar 360 graus e possuir uma base com cinco rodas giratórias. Depois, através de encostos e assentos acolchoados e ergonómicos, é garantido o conforto das ancas, coxas e nádegas. Opte, ainda, por cadeiras resistentes, duráveis e feitas com materiais respiráveis e com revestimentos que possam ser limpos com facilidade.

A vasta panóplia de modelos dificulta a escolha. No entanto, de acordo com a norma europeia EN 1335-1, que detalha as características das cadeiras de escritório, o modelo ideal para a maior parte dos utilizadores deve cumprir algumas medidas específicas.

 

Por exemplo, relativamente ao assento, a largura deve ser de 40 cm ou mais e a profundidade deverá ter, no mínimo, 38 centímetros. Já a altura do pé da cadeira aconselha-se que seja regulável e que varie entre os 40 e os 54 centímetros. O encosto, por sua vez, deve ter 36 cm, ou mais, de largura e de altura. 

Cinco passos para o ajuste perfeito da cadeira

Parece fácil ajustar a cadeira às nossas necessidades. E, de facto, não tem nada que enganar. Porém, há pormenores que não podem escapar. São cinco os passos a dar para adaptar adequadamente a sua cadeira:

  • ponha-se em pé, de frente para a cadeira, e regule a altura desta para a zona abaixo do seu joelho. Utilize a patilha que está por debaixo do assento, do lado direito;
  • deve ajustar a cadeira até conseguir apoiar os pés no chão. Também pode recorrer a um repousa-pés, se precisar;
  • os joelhos devem ficar em ângulo reto. Nesta posição, o assento deverá permitir que fiquem cinco centímetros entre o fim da cadeira e a parte de trás do joelho;
  • ajuste a altura do encosto de maneira que a zona lombar e as costas fiquem apoiadas. É importante, também, que regule a profundidade do assento. O encosto deve reclinar-se até 15 graus para lá da posição vertical. Ponha-se confortável;
  • ajuste os braços da cadeira, de maneira a que os braços fiquem repousados de forma descontraída, permitindo aos ombros relaxar.

Quais são os requisitos de segurança para a cadeira?

Na escolha do produto, deve ter em conta três grandes máximas:

  • a cadeira deve resistir ao seu peso e ser estável, para evitar possíveis quedas;
  • os materiais usados devem ser seguros, garantindo que não se entala ou magoa nas arestas e nos acabamentos;
  • a cadeira deve ser suportada por uma estrutura resistente, para que dure vários anos.

É, ainda, importante que a cadeira traga um livro de instruções de uso e regulações suficientes e claras. Assim, ser-lhe-ão fornecidas todas as ferramentas para usar e preservar adequadamente a sua cadeira de escritório.

Leve uma lista na hora de comprar

Quer um conselho? Leve numa folha todos os critérios que a cadeira deve ter. Atenção, que há requisitos mais importantes do que outros. Por exemplo, as suas necessidades e características morfológicas são mais importantes do que o design da cadeira.

Atribua a cada critério uma escala, tendo em conta esse grau de importância: os mais importantes variam de 0 a 20 pontos e os menos de 0 a 10 pontos. De seguida, e à medida que vai vendo as diferentes cadeiras que a loja lhe oferece, atribua a cada modelo a pontuação que acha que merece, tendo em consideração os critérios que definiu. No fim, some as pontuações das diferentes cadeiras e leve para casa a que obtiver melhores resultados.  

Mas a escolha também depende do preço, que tem grandes variações. Pode encontrar produtos a 59 euros ou a 699 euros. Alguns modelos podem mesmo chegar aos 2000 euros. No entanto, em média, consegue adquirir a cadeira dos seus sonhos por menos de 200 euros.  

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.