Alertas

Máscara insegura à venda em Portugal

A máscara Mei Shu Hu KN 95 não deveria estar no mercado, segundo o Sistema de Alerta Rápido para Produtos não Alimentares da União Europeia, mas encontrámo-la à venda por cá. O Continente garantiu-nos que já retirou a máscara das lojas e que irá devolver o dinheiro aos consumidores. 

  • Dossiê técnico
  • Susana Santos
  • Texto
  • Fátima Ramos
15 junho 2020 Em atualização
  • Dossiê técnico
  • Susana Santos
  • Texto
  • Fátima Ramos
máscara Mei Shu Hu colocada num manequim e embalagem da mesma ao lado

João Ribeiro

A máscara Mei Shu Hu KN 95, rotulada como pertencendo à categoria FFP2, deveria filtrar, pelo menos, 95% das partículas de pequena dimensão, segundo o Regulamento Europeu relativo aos equipamentos de proteção individual, mas retém, no máximo, 93%, revela o site do Sistema de Alerta Rápido para Produtos não Alimentares (Rapex). Além disso, não se adapta bem à cara. A inconformidade, notificada pela autoridade belga, devia levar à retirada do produto do mercado em todos os Estados-membros e à recolha do que já foi vendido aos consumidores.

 

Please fill the source and the alt text 
Máscara insegura que encontrámos à venda no hipermercado Continente.

“Uma quantidade excessiva de partículas ou microrganismos pode passar pela máscara, aumentando o risco de infeção”, avisa o Rapex.

O alerta sobre a disponibilidade do produto em Portugal chegou-nos de um leitor, via Twitter, que o encontrou à venda no Continente – há, no entanto, a possibilidade de estar disponível noutros estabelecimentos. Alertámos a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) e contactámos a cadeia de hipermercados.

O Continente já reagiu ao nosso contacto, indicando: "Assim que alertada pela autoridade económica para este facto, o produto foi retirado de comercialização e a Modelo Continente irá ressarcir os clientes que o pretendam devolver".

Aos consumidores que adquiriram máscaras Mei Shu Hu KN 95, recomendamos que não as usem  e peçam a devolução do que pagaram pelas mesmas, na loja onde as compraram. Devem levar o talão de compra e as máscaras restantes, se as houver. Em caso de recusa, apresente queixa à ASAE. Caso já não tenha o talão de compra, contacte o importador no produto: SDT – Eletrónica, SA (R. Rodrigo Fonseca, 103, 3º, 1099-074 Lisboa).

Nas últimas semanas, têm surgido, no Sistema de Alerta Rápido da União Europeia, várias notificações sobre a presença no mercado europeu de máscaras de filtragem não conformes com os regulamentos. A maioria são do tipo FFP2 ou equivalente e foram encontradas em diferentes países. Identificado o problema e ordenada a retirada do produto do mercado num Estado-membro, os restantes devem seguir o exemplo. Permaneceremos atentos a esta questão.

 

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade.

Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva a qualquer momento.

Junte-se a nós

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.