Notícias

Pingo Doce, Intermarché e Minipreço batem supermercados Mercadona no cabaz de Natal

É o segundo embate real com o arranque dos supermercados Mercadona. Comparámos 1684 preços de 46 lojas em Barcelos, Maia, Gondomar e Porto.

  • Dossiê técnico
  • Susana Pereira
  • Texto
  • Nuno César
19 dezembro 2019 Exclusivo
  • Dossiê técnico
  • Susana Pereira
  • Texto
  • Nuno César
sinais de supermercados Mercadona e Lidl na mesma rua

José Pedro Tomaz

Maia, Gondomar, Porto e Barcelos: a concorrência a norte está mais viva e saudável do que nunca. Entre a loja mais barata e a mais cara, descobrimos diferenças de preços de 18% em Gondomar a 29% no Porto.

A revolução no preço dos supermercados começou no norte, na zona de estreia da Mercadona, em Matosinhos e no Canidelo: aqui a concorrência foi alvo do primeiro estudo em julho. Para o segundo embate real, preparámos uma operação especial. Prometemos acompanhar a reação dos supermercados depois da primeira investida no terreno e cumprimos com um objetivo nobre: ajudar os portugueses a poupar no cabaz de Natal.

Com a estreia em Portugal da cadeia espanhola de supermercados Mercadona, continuamos a investigar se existem diferenças significativas entre os preços da Mercadona e da concorrência na zona envolvente. Desta vez, para a comparação, visitámos as seguintes lojas: Aldi, Auchan, Continente, Continente Modelo, Coviran, El Corte Inglés, E.Leclerc, Froiz, Intermarché, Intermarché Super, Lidl, Mercadona, Minipreço, Minipreço Family, Pingo Doce, Spar e Supercor.  Considerámos as principais lojas num raio até 15 km das novas lojas Mercadona com o foco nas áreas de concorrência direta. O supermercado Mercadona continua muito longe de revolucionar ao nível dos preços.

Comparámos o preço de 41 produtos de marcas próprias de cada supermercado e de fabricante. 
Comparámos o preço de 41 produtos de marcas próprias de cada supermercado e de fabricante.

Mercadona mais competitiva no Porto

Analisámos a zona envolvente de quatro novas lojas Mercadona. Selecionámos as lojas concorrentes mais relevantes e mais próximas. Descobrimos a maior disparidade de preços nas lojas das zonas da Maia e do Porto. Na Maia, a diferença chega a ser de 21% (Spar) e no Porto atinge os 29% (Supercor). Pelo contrário, a zona analisada com a menor diferença de valores é Gondomar. No máximo, encontrámos duas lojas com 18% de diferença para o cabaz total.

Prometemos acompanhar os preços, as jogadas da concorrência e atualizar a corrida mais desejada pelos leitores.

Recolhemos os preços para o cabaz entre 28 de novembro e 4 de dezembro. 
Recolhemos os preços para o cabaz entre 28 de novembro e 4 de dezembro.
Supermercados Mercadona e Lidl 
Na R. Filipa Borges, em Barcelos, Mercadona enfrenta a concorrência de Lidl e Pingo Doce.

Faça login no site para continuar a ler o artigo e conhecer os supermercados com os preços mais baratos.

Se ainda não tem conta no site, clique no botão abaixo para se registar e conhecer todas as vantagens.

Junte-se à maior organização de consumidores portuguesa

Num Mundo complexo e com informação por vezes contraditória, a DECO PROTESTE é o sítio certo para refletir e agir.

  • A nossa missão exige independência face aos poderes políticos e económicos. 
  • Testamos e analisamos uma grande variedade de produtos para garantir que a escolha dos consumidores se baseia em informação rigorosa. 
  • Tornamos o dia-a-dia dos consumidores mais fácil e seguro. Desde uma simples viagem de elevador ou um desconto que usamos todos os dias até decisões tão importantes como a compra de casa.
  • Lutamos por práticas de mercado mais justas. Muitas vezes, o País muda com o trabalho que fazemos junto das autoridades e das empresas. 
  • Queremos consumidores mais informados, participativos e exigentes, através da informação que publicamos ou de um contacto personalizado com o nosso serviço de apoio.

A independência da DECO PROTESTE é garantida pela sustentabilidade económica da sua atividade. Manter esta estrutura profissional a funcionar para levar até si um serviço de qualidade exige uma vasta equipa especializada.

Faça parte desta comunidade. Registe-se para conhecer todas as vantagens, sem compromisso. Subscreva em qualquer momento.

 

Junte-se a nós


 

Como investigámos os preços dos supermercados

Nesta investigação, considerámos um cabaz de Natal composto por 41 produtos, 14 de marca própria e 27 de marcas de fabricante. Este cabaz mix permite a qualquer consumidor preparar o jantar da consoada véspera de Natal (bacalhau e polvo com todos) e o almoço do dia de Natal (peru assado no forno). Inclui entradas, fruta, doces (bolo rei, peras em calda, fatias douradas, filhós, sonhos e arroz doce), algumas bebidas (Coca Cola, Ice Tea, sumo Compal, vinho do Porto) e ainda miolo de noz, de amêndoa, de avelã, figos secos e bombons.

A nossa equipa de inquiridores efetuou a recolha de preços para o cabaz completo entre 28 de novembro e 4 de dezembro nas 46 lojas visitadas. A melhor classificação é atribuída à loja que vende o cabaz selecionado por um preço inferior. Consideramos o preço real pago na caixa. Aqui não entram descontos posteriores, nem promoções que obriguem à compra de outros produtos. Atribuímos o índice 100 à loja mais barata em cada localidade. O índice dos restantes supermercados foi calculado a partir desta referência. Por cada ponto a mais, o nível de preços é 1% mais caro do que na loja 100. Resultado: um supermercado com índice 124 pratica preços 24% mais elevados para o cabaz.

 

Este artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais se for indicada a fonte e contiver uma ligação para esta página. Ver Termos e Condições.