última atualização: 23/02/2021

Aquecimento PRH + AQS

Boa tarde,

Vou iniciar construção de moradia de 2 pisos com área total de 210m2 e está previsto a colocação de piso radiante hidraulico com bomba de calor.

As minhas qestões são:

1. Paineis solares térmicos ou fotovoltaicos?

2. Com termossifão ou circulação forçada?

3. A bomba de calor com que capacidade para o PRH(aquecimento+arrefecimento) e AQS para 2 pessoas?

4. Qual a melhor marca ou tipo de bombas de calor a usar para este efeito?

5. Existe outra alternativa mais vantajoso em termos de consumos?

6. Usando a bomba de calor é dispensável qualquer esquentador, certo?

Obrigada

Vera Conceição

 

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Aquecer o ar e climatizar da comunidade Energias Renováveis

1 Comentários

Filtrar por :
Faça login para aceder a este conteúdo. 
23/02/2021

Bom dia Sr.ª Vera,
Em respostas às suas questões, informo:
1) Pode utilizar ambos, pois os coletores solares térmicos irão efetuar a produção das AQS e os painéis fotovoltaicos a produção de energia elétrica;
2) Como irá utilizar uma bomba de calor (BC) faz mais sentido, o sistema solar ser feito por circulação forçada e o apoio é feito pela BC. Ou seja irá ter um depósito vertical ao lado da BC com dupla serpentina, uma para a BC e outra para o sistema solar;
3) A potência da bomba de calor irá depender se vai utilizar piso radiante, ventiloconvectores ou radiadores, da própria construção da casa e sua orientação, mas no caso de utilizar piso radiante, a BC deverá ter uma potência no mínimo de 12KW, mas este valor deve ser confirmado com a empresa fornecedor do equipamento;
4) Até ao momento não foram efetuados testes a Bombas de calor pelo que não poderemos aconselhar nenhuma marca ou modelo;
5) Essa é uma boa opção, mas deverá verificar qual a potência contratada, pois será necessário ter corrente trifásica;
6) É dispensável o uso de termocumulador.
Cumprimentos,
Equipa das energias renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.