última atualização: 10/04/2021

Ariston Velis 100lt vs Ariston Lydos Hybrid 100 lt

Boa tarde,

Actualmente sou utilizador de Gás propano canalizado e desde que a zona foi adquirida pela Galp que o M3 passou a 3,977€ ou seja sensivelmente 5M3 de gás sem taxas são cerca de 20€, sendo que considero já um valor elevado e visto o esquentador já ter alguns anos procuro soluções, ando a ver estes dois termoacumoladores mas aqui esbarrei nas duvidas, vale a pena o Lydos em vez do Velis? Sendo que na nossa casa somos 3 ( 2 adultos e um bebe de 15 meses) e se fizer conta a 5 anos de utilização do termoacumulador os valores só a partir daí são similares, ou seja o valor que tenho com instalação fica em 501,60€ para o Velis e de 1029,60€ para o Lydos. As contas feitas no consumo anual são de 207,36€ para 104,32€, lá está ao fim de 5 anos temos 500€ de diferença mas será que vale a pena? Já vi a vossa análise ao Lydos e ao Velis fizeram? Qual a opinião de quem usa? Vale a pena? 

Obrigado

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Aquecer água da comunidade Energias Renováveis

3 Comentários

Filtrar por :
Faça login para aceder a este conteúdo. 
06/04/2021

Boa tarde,
O aquecimento das AQS por um esquentador é uma solução bastante interessante, pois tem sempre água quente e são equipamentos que requerem uma reduzida manutenção.
Verifique na sua área de residência se existe a possibilidade de ter gás natural no seu apartamento e desta forma poderia manter a atual forma de aquecimento das AQS com a adaptação do esquentador ou a compra de um novo modelo.
Para o aquecimento ser feito por um termoacumulador deverá verificar qual a potência elétrica da sua instalação e a potência máxima admissível (PMA) da mesma. Confirme com a empresa instaladora se tem as condições necessárias para a instalação do equipamento.
Os modelos a que se refere, funcionam de forma diferente, ou seja o modelo “Velis Evo” é 100% elétrico (classificação B) e o modelo “Lydos Hybrid” (classificação A), pode funcionar como 100% elétrico, mas o ideal é funcionar por bomba de calor (BC), reduzindo assim os custos associados ao consumo de energia elétrica. Deverá ter em conta que o funcionamento por BC obriga a um maior tempo de aquecimento das AQS (12h e 18min em aquecimento green, para o modelo de 100L).
Tendo em conta que o agregado são 3 pessoas, temos um consumo estimado de 120litros e sendo assim seria necessário ter um acumulação no mínimo de 150litros. Como o volume máximo são 100L, implica que os banhos sejam efetuados em horários distintos.
Relativamente à instalação do modelo “Lydos Hybrid” (1153mm de altura e 465mm de diâmetro), tenha em consideração que o local para a sua instalação tem de ter no mínimo uma área de 13m3 e um afastamento de 200mm para cada uma das suas laterais e 500mm na sua parte inferior. No caso de não existir esgoto no local da instalação, deve ser colocado um depósito de recolha de condensados (água que se produz pelo funcionamento do equipamento) que tem uma altura de 113mm e o mesmo diâmetro, a colocar na parte inferior do equipamento.
Cumprimentos,
Equipa das energias renováveis

Faça login para aceder a este conteúdo. 
08/04/2021
, Respondeu:

Boa tarde,

Infelizmente o gás natural não está disponível na zona e o gás propano não é solução.

Somos 3 utilizadores mas um ainda tem 15 meses, e os banhos são desfasados, a minha questão tem mais a ver com os consumos e qual a melhor solução pois a diferença de valor são cerca de 500€ as contas que fiz a consumo mensal seria de 18€ para 6€ isto mais ou menos. Para atingir o diferencial seria mais ou menos a 5 anos, a questão é se compensa a diferença por isso procurar feedback's.

Obrigado

Faça login para aceder a este conteúdo. 
10/04/2021
, Respondeu:

Bom dia,
É importante que verifique qual a potência que tem contratada, assim como a potência máxima admissível (PMA) da sua instalação.
Imaginemos que tem um contrato de 3.45KVA (15 Amperes) e que não pode fazer um aumento de potência, a utilização de um termoacumulador pode ser mais complicada, pois para o funcionamento da resistência elétrica (1500W) irá necessitar de 6.52 Amperes, ou seja quando o termoacumulador está a funcionar, apenas terá disponível no resto da instalação uma potência de aproximadamente 2000W que pode ser reduzido pois também tem o consumo da placa, forno, equipamentos de aquecimento, etc.
No caso de optar pelo modelo Lydos Hibrid, a necessidade de potência é bastante inferior, pois a potência absorvida pelo compressor da bomba de calor é de 190W, tendo obviamente maior tempo de aquecimento das AQS, mas desta forma permite-lhe ter uma maior liberdade de uso da eletricidade.
Tendo em conta o investimento inicial e o consumo de energia previsto, ao final de 10 anos, o termoacumulador Velis tem um custo de 2575,56€ e o Lydos Hibrid de 2072.80€, ou seja a opção por um equipamento mais eficiente é melhor. Se por outro lado quer fazer um investimento mais baixo e após algum tempo trocar de equipamento, então pode optar por outras soluções no mercado mais baratas que o modelo Velis.
Espero ter ido ao encontro das suas questões, alguma dúvida adicional disponha.
Cumprimentos,
Equipa das energias renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.