última atualização: 16/11/2020

Melhor Solução AQS Moradia

Boa tarde,

Vejo que este tópico não é muito consensual pelo facto de existir inúmeras possibiliades.

Desta forma, e passando a explicar o meu caso, gostava de obter uma opinião da vossa parte pois estou a fazer uma morandia na zona centro, e ainda não tenho decidido o que utilizar para AQS.

A moradia não tem telhado, é um terraço plano e tem 1 piso e temos um poço com bastante água (informação adicional).

As soluções que estão em cima da mesa são:

  • Termossifão + Painéis Solares + Apoio Esquentador a Gás (botija)
  • Bombar de Calor + Painéis Fotovoltaicos
  • Circulação Forçada + Apoio Resistência Elétrica ou Caldeira
  • Circulação Forçada + Bomba de Calor
  • Bomba de Calor + Paineis Solares

Não sei se alguma destas opções possa ser completamente desajustada, mas gostava de ter a vossa opinião tendo em conta não só o investimento inicial mas também a rentabilidade no que diz respeito aos gastos anuais.

Vamos ser 3 pessoas em casa no minimo.

Obrigado.

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Aquecer água da comunidade Energias Renováveis

1 Comentários

Filtrar por :
Faça login para aceder a este conteúdo. 
16/11/2020

Bom dia,

Deverá verificar o que está previsto no projeto da especialidade, para que qualquer outra opção que possa tomar, esteja de acordo com o que foi definido anteriormente. Pode enviar-nos essa informação?


Visto ser um telhado plano e que em princípio não apresenta nenhuns obstáculos, deverá optar pela aplicação de um sistema solar térmico para o aquecimento das AQS. A opção pelo sistema de termossifão tem um menor custo de investimento, menor manutenção, mas se a casa tem um sistema de recirculação das AQS, então não será uma boa opção.


No caso de não ter esse sistema, então poderá optar pelo uso da resistência elétrica (incorporada no depósito), sempre com a sua utilização regulada por relógio programador. Este tipo de apoio (resistência elétrica) é menos eficiente que o esquentador a gás, mas permite que tenha um maior caudal de água quente. Tendo em conta o seu agregado familiar, um equipamento de 200L e um coletor solar de 2m2 é suficiente.


Se por outro lado não gostar de ver o depósito no exterior, a opção passa por um equipamento de circulação forçada, com maior investimento e manutenção, mas com a possibilidade de ligação a circuito de recirculação das AQS. Neste caso o apoio pode ser feito por resistência elétrica ou esquentador. No caso de ter um sistema de aquecimento da casa por radiadores, então faz sentido a utilização de uma caldeira, mas como refere a utilização de botija não aconselho esta opção.


A melhor solução, passa pela escolha de bomba de calor com interligação a coletor solar térmico, mas deverá ter em conta as condições de instalação, pois no caso de optar por uma solução compacta necessita de ter um mínimo de espaço na zona técnica, ou então terá de ter a ligação de duas tubagens para o exterior, para fazer a extração e insuflação do ar.


Quando aos painéis fotovoltaicos, mesmo eu não aplique nesta fase, deixe a pré-instalação feita. A energia produzida irá ser utilizada para todos os consumos elétricos da casa e não apenas para a bomba de calor.


Cumprimentos,
Equipa das energias renováveis

eu disclaimer

O projeto que deu origem a esta comunidade recebeu financiamento através do programa de investigação e desenvolvimento “Horizon 2020”, sob o contrato de subvenção nº749402. Nem a EASME nem a Comissão Europeia são responsáveis pela informação veiculada nem pela utilização das informações contidas na mesma.