última atualização: 28/04/2020

Lydos Hybrid vs outra bomba vs esquentador gás natural

Bom dia.

Vivo num apartamento e tenho uma família de 2 adultos + 2 crianças. O esquentador  a gás natural está prestes a atingir a idade de reforma. 

EStou a ponderar uma solução para água quente, mas o recurso a um novo esquentador não está posto de parte. Normalmente utilizo para banhos, sobretudo ao fim do dia, e para lavar louça. 

Tenho tarifário de electricidade bi-horário com ciclo diário. 

Pedia a vossa sugestão :)

 

Obrigado.

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Aquecer água da comunidade Energias Renováveis

3 Comentários

Filtrar por :
Faça login para aceder a este conteúdo. 
27/04/2020

Eu tenho o mesmo problema.
A caldeira a gás está tb no fim de vida. Aquece a água sanitária e radiadores de aquecimento. Não utilizamos muito pois fica caro.
Deram-nos um orçamento de 914€ +165€ instalação pela caldeira Vulcano Lifestar Inst ZW 24-2 DH KE23 GN 23 .
Mas tem só classe B nas águas sanitárias e C nos radiadores.
É boa opção?

Faça login para aceder a este conteúdo. 
28/04/2020
, Respondeu:

Olá Maria,

Presumimos que tem gás natural, correto? Isto porque a referência da caldeira apresenta "GN": gás natural. Se utilizam o aquecimento, e para não terem de efetuar mais alterações, desde que seja a gás natural, sim. Uma caldeira a gás natural é uma solução com custos energéticos competitivos, muito em parte devido aos muito baixos custos por kWh do gás natural.

Diz que não utilizam muito "pois fica caro". Aqui, podem ter algumas situações a considerar:
1) a caldeira atual é muito antiga e, por isso, ineficiente. Pode também estar mal afinada ou apresentar alguma avaria ou falta de manutenção. Aqui, a troca por uma caldeira nova pode reforçar os níveis de eficiência do equipamento. Mas deve ponderar rever e manter a sua atual caldeira antes de proceder à sua troca. Aqui, solicite orçamento para uma caldeira de condensação (como a Vulcano ZWBE 24/25-3 C 31), pois estas apresentam superiores eficiências de funcionamento. São um pouco mais caras, mas compensam a médio/longo prazo (pela etiqueta energética, este modelo de condensação apresenta uma vantagem de cerca de 18% no consumo anual de gás;


2) um consumo excessivo de energia, nas caldeiras, em operações de aquecimento pode estar associado a incorretas regulações quer da temperatura/modo da caldeira, quer dos radiadores. Deverá rever (baixar) as temperaturas de set-point do equipamento e baixar a temperatura nos radiadores. Deve igualmente controlar o seu período de funcionamento - é comum verificarmos que há caldeiras a operar 24h por dia nesta altura. Da mesma forma, desativem radiadores de divisões não usadas e promovam a manutenção anual do circuito de aquecimento (purga).

Obrigado, 
Equipa Energias Renováveis

Faça login para aceder a este conteúdo. 
11/03/2020

Olá Luis,

A alternativa Ariston Lydos Hybrid só interessa em caso de substituição ou nova compra. Pese o fato de o esquentador a gás natural não ser um equipamento tão amigo do ambiente como uma bomba de calor, o gas natural atualmente apresenta custos energéticos competitivos. O luis não vai verificar uma diferença de poupança muito significativa nos primeiros 5 anos ao optar por um Lydos em vez de um esquentador a gás natural. Aconselhamos a verificar o artigo publicado nesta comunidade sobre o equipamento.

Suprimir as suas necessidades, nomeadamente de produção de águas quentes sanitárias é outro aspeto essencial, e uma capacidade de 100L do Lydos Hybrid pode não ser suficiente para 2 adultos + 2 crianças num curto espaço de tempo (final do dia, por exemplo em 2/3h).

O esquentador produz energia instantaneamente ao contrario da BC Lydos Hibrid que funciona por acumulação de precisa de um espaço temporar para aquecer a AQS.

Esperemos ter ajudado na sua decisão

Cumprimentos

Equipa energias renováveis