Notícias

Peixe panga: seguro, mas menos nutritivo

13 novembro 2019
Thumb_peixe_panga

O peixe-gato-riscado gera alguma desconfiança, mas a segurança não tem estado em causa nos filetes que chegam a Portugal. 

Os portugueses conhecem-no como peixe panga, mas as denominações comerciais autorizadas são peixe-gato, peixe-gato-riscado ou pangasius. É um peixe de água doce criado em aquicultura, no rio Mekong, na Ásia. Em Portugal, importamos sobretudo do Vietname, ultracongelado em filetes, com um custo a partir de € 6 por quilo.

Há quem continue a ter receio de consumir este peixe. Chegámos mesmo a testá-lo e não encontrámos problemas ao nível da segurança alimentar. No entanto, nutricionalmente, não é tão interessante como outros peixes.

Menos calorias e menos proteínas no peixe panga

O peixe-gato-riscado tem menos calorias (cerca de 60 kcal) do que a maioria dos peixes, mesmo em relação aos “magros” (bacalhau, pargo ou pescada, por exemplo) e mais água (80 a 85 por cento). Quanto a proteínas, o peixe-gato-riscado contém cerca de 12 g por 100 g de peixe cru, quase metade de muitas espécies, em que o valor ronda 20 gramas.

O teor da gordura pode variar, sobretudo em função das condições de produção, mas em geral não se distancia de 1 por cento. Tal como os restantes peixes, a gordura do peixe-gato-riscado é, sobretudo, insaturada, mas o teor em ácidos gordos do tipo ómega 3 e ómega 6 não é dos mais interessantes.

Aconselhamos a variar o consumo do peixe (entre gordos e magros, espécies capturadas e de aquicultura, entre exemplares pequenos e de maiores dimensões) e a privilegiá-lo em relação à carne.

Boas razões para consumir peixe

  • É importante para o desenvolvimento do feto e das crianças.
  • É recomendado para todas as idades.
  • A oferta é ampla (enorme de variedades de espécies e tamanhos), com oportunidade de encontrar paladares distintos, e permite grande variedade de preparações culinárias.
  • É uma boa fonte de proteínas com todos os aminoácidos essenciais.
  • Importante para o crescimento, desenvolvimento e sistema imunitário.
  • É um alimento magro, em geral, e não é muito calórico.
  • A gordura tem ácidos gordos com efeito protetor cardiovascular.
  • É pobre em ácidos gordos saturados.
  • É fácil de digerir.
  • Há espécies que não são caras.