Dicas

Como reforçar a proteção no Facebook

29 setembro 2020
Desenho de árvore com símbolos do Facebook

Ajudamos a tornar o seu perfil de Facebook mais seguro e com menor exposição pública. Saiba como manter debaixo de olho as apps que pedem mais permissões do que necessitam.

Início

Algumas aplicações do Facebook pedem mais permissões do que necessitam. De certeza que, no feed de notícias do Facebook, já foi aliciado com posts que anunciam apps como “Descubra o seu QI?” ou “Será que conseguimos transformar a sua foto mais bonita numa estrela de Hollywood?”. O objetivo destas apps é recolher a sua informação pessoal e ter a capacidade para publicar fotos e atualizações de estado em seu nome. Pode rever estas permissões nas definições de aplicações.

Registe-se para ser compensado pelo Facebook

Para reforçar a segurança online, desde o histórico de navegação aos serviços de correio eletrónico, siga as nossas dicas.

Não aceite qualquer pessoa

Seja seletivo na escolha dos amigos virtuais. Aceite apenas quem conhece pessoalmente e resista à tentação de ter uma longa lista de amigos. Se aceitar alguém, mas concluir que não confia nessa pessoa ou que esta o incomoda, remova a ligação.

Em 2019, o Facebook removeu mais de 8200 milhões de contas falsas. Mesmo assim, existem muitas empresas que se dedicam à criação de perfis falsos nas redes sociais, com o objetivo de recolher dados pessoais.

Utilize listas de amigos

Todos os contactos do Facebook são “amigos” por defeito. Contudo, é mais provável que, além dos amigos, a lista inclua familiares, conhecidos, colegas, etc. Agrupar estas pessoas em diferentes categorias permite partilhar apenas os conteúdos mais adequados com cada grupo. Por exemplo, uma fotografia de uma saída noturna com os amigos e um artigo sobre um assunto profissional com os colegas.

Oculte as publicações e o perfil a estranhos

Verifique com quem estão a ser partilhadas as suas publicações e, se necessário, corrija essas definições. Controle aquilo que está acessível a todas as pessoas que visitam o seu perfil. Qualquer um pode saber onde trabalha ou quem são os seus amigos? Por defeito, o perfil público aparece nos resultados dos motores de busca, embora possa evitá-lo:
  • no menu Privacidade, acessível a partir das Definições e Privacidade, escolha Apenas eu em Quem pode ver as tuas publicações futuras? Na opção Limitar o público de publicações que partilhaste com amigos de amigos ou o Público? carregue em Limitar publicações antigas e confirme no passo seguinte;
  • Em baixo, na opção Quem pode ver as pessoas, as páginas e as listas que segues? carregue em Editar e escolha a opção Apenas eu;
  • Por fim, escolha Não na opção Queres que as ferramentas de pesquisa fora do Facebook apresentem uma ligação para o teu perfil?

Controle as identificações

Qualquer pessoa pode identificá-lo em mensagens ou fotografias, bastando inserir o seu nome (é aquilo a que se chama marcar). Mas é possível controlar as identificações e evitar que todos os contactos saibam onde foi na noite anterior e com quem dançou na pista. Opte por ter de aprovar previamente as publicações.  

Não diga onde está

Se utilizar aplicações no telemóvel ou tablet, a sua localização pode ficar associada a cada fotografia ou mensagem que publicar, devido à função GPS do equipamento. Pior: ao revelar a localização, está a indicar onde não está. Uma mensagem a anunciar a aterragem em Cuba pode dar ideias a um potencial ladrão. Fica a saber que a casa está vazia.

Se tem um iPhone, vá a Definições, clique em Privacidade e, depois, em Serviços e localização e escolha a opção Nunca. No Android, entre em Definições, dentro do menu Definições e Privacidade,vá a Localização e a Acesso à localização e desative os Serviços de localização.

Não permita o reconhecimento facial

Esta funcionalidade pode ser muito útil, mas permite ao Facebook reconhecer se aparece numa foto ou num vídeo. No menu Reconhecimento fácil, clique em Editar e escolha Não.

É nosso subscritor e precisa de esclarecimentos personalizados sobre este tema? Contacte o nosso serviço de assinaturas. Relembramos ainda que pode aceder a todos os conteúdos reservados do site: basta entrar na sua conta

Se ainda não é subscritor, conheça essas e as demais vantagens da assinatura.

Subscrever