Alertas

Carnaval em segurança: na mira das bombinhas

23 fevereiro 2017
segurança no carnaval

23 fevereiro 2017
Máscaras, apitos, buzinas e estalinhos: recomendamos alguns cuidados para evitar acidentes.

Todos os anos, por esta altura, registam-se acidentes com as bombinhas de Carnaval, na sua maioria com crianças. As lesões mais frequentes, como fraturas ou queimaduras, atingem as mãos e os dedos. Muitas vezes, os estalinhos são guardados nos bolsos ou transportados nas mãos, o que aliado ao calor do corpo origina o rebentamento.

Pais e professores devem estar atentos às atividades dos miúdos. Também os proprietários de lojas devem ser sensibilizados para não venderem aquele tipo de produto a crianças.

As bombas de Carnaval ou estalinhos pertencem ao conjunto de explosivos tecnicamente designados como bombas de arremesso. A lei determina que a venda só pode ser feita a pessoas com autorização das entidades competentes, apresentando no ato o documento comprovativo. Esta declaração deve ser pedida no Comando Distrital da PSP. Porém, este tipo de bombas normalmente é vendido nas mais diversas lojas.

Outros acessórios utilizados no Carnaval, como máscaras e adereços postiços, nem sempre obedecem aos requisitos de segurança. Nos nossos testes a fatos, é comum encontrar perucas e máscaras que ardem com facilidade. Podem tornar-se perigosas quando perto de fogueiras, lareiras, velas ou cigarros.