última atualização: 07/04/2022

Sistema climatização / Moradia Porto / Reabilitação total

Bom dia, estamos preparar o processo de reabilitação total de moradia geminada da 1960, com 300 m2, 4 pessoas, e pretendemos aconselhamento sobre qual a solução mais adequada, tendo em consideração a relação custo beneficio, para climatização do imóvel no inverno e AQS.

A casa, apesar do ano de construção, tem um sistema de aquecimento central com caldeira a combustível mas que não está operacional.

Pretendemos, contudo e se possível, aproveitar/incorporar os radiadores de ferro existentes no novo sistema de climatização (não existem em quantidade suficiente para a remodelação projectada).

O alçado virado a Norte será revestido com sistema ETICS.

O alçado virado a Sul será revestido apenas com reboco armado.

O sótão será recuperado para ser habitável.A cobertura de duas águas será isolada pelo exterior da estrutura de madeira com OSB > XPS > onduline > telha cerâmica  e pelo interior com lã mineral sob o gesso cartonado.

 

A primeira solução que ponderamos é:

// Caldeira de condensação + Deposito de chão (com dupla serpentina e duplo ânodo de magnésio) + radiadores que complementam os existentes

A segunda solução complementa a primeira adicionando:

// Painéis solares do tipo circulação forçada.

 

Em conversa surgiu também uma terceira hipótese:

// Bomba de calor para AQS +

// Bomba de calor para Climatização  + Ventiloconvectores de chão

Pensamos que a climatização no verão (arrefecimento) não é necessária, mas não é uma certeza absoluta.

Por isso também pensamos em fazer a pré instalação de AC. Mas por questões orçamentais pode não ser possível avançar com essa hipotese.

 

Neste contexto, agradecemos o vosso aconselhamento sobre qual o sistema com melhor relação qualidade preço a instalar.

Algum destes ou outro que considerem mais adequado?

 

Além disso uma outra duvida, a tubagem da rede de alimentação de qualquer um destes sistemas pode ser em multicamada com isolamento de, por exemplo, 9 mm ?

 

Muito obrigado

User name

Junte-se a esta conversa

Participe nesta conversa, deixando o seu comentário ou questão em Aquecer o ar e climatizar da comunidade Energias Renováveis

3 Comentários

Filtrar por :
Faça login para aceder a este conteúdo. 
27/02/2022

Bom dia,

 

Em primeiro lugar é importante que qualquer decisão que tome seja posteriormente avaliada pelo engenheiro que está a acompanhar a obra e se possível por um perito qualificado (PQ) para verificar qual a classificação que o imóvel irá ter após essas alterações.

Também nesta fase o PQ pode aconselhar sobre aspetos construtivos que reduzam a necessidade de aquecimento e redução de arrefecimento no Verão.

 

Relativamente à produção das águas quentes sanitárias (AQS) aconselhamos que seja feita por acumulação, porque desta forma irá conseguir ter um caudal superior, pode fazer a interligação com um sistema de recirculação das AQS e também interligar os painéis solares térmicos (2 unidades). Ou seja o depósito deverá ser de dupla serpentina e no mínimo com um volume de 300L.

 

No caso de ser necessária a climatização no Verão e no Inverno, a opção dos ventiloconvectores (VC) é muito interessante, mas deve ter em atenção que tem de existir um ponto de esgoto e eletricidade em cada VC. Interligado com este sistema terá uma Bomba de calor, que faz a climatização e a produção das AQS.

 

Antes de optar pela colocação da BC terá de verificar junto da E-redes qual a potência máxima admissível da sua instalação elétrica, para assim saber se tem potência suficiente para alimentar este tipo de equipamento.

Em muitos caso um pedido de aumento de potência é complicado, pois implica um reforço de ramal e esses custos são suportados pelo cliente.

 

No caso de não ter PMA suficiente e ter gás natural canalizado então a opção por uma caldeira de condensação é também muito interessante. Neste caso pode também utilizar os ventiloconvectores, que são mais eficientes do que os radiadores tradicionais.

Aconselhamos a que faça uma rede de tubagens nova, pois desta forma consegue garantir o correto dimensionamento da mesma e a utilização dos isolamentos recomendados.

 

Solicite dois ou três orçamentos e avalie as soluções propostas.

 

Alguma dúvida adicional disponha

 

Cumprimentos,

Equipa das energias renováveis

Faça login para aceder a este conteúdo. 
07/04/2022
, Respondeu:

Muito obrigado pela resposta e esclarecimento.

Considerando o exposto e o interesse em aproveitar os radiadores de ferro fundido existentes, tudo indica que iremos avançar pelo cenário 1 + 2, ou seja, caldeira de condensação com depósito de 300L e dupla serpentina complementado por 2 painéis solares térmicos do tipo circulação forçada, tudo com tubagem nova.

Estamos a avaliar propostas com equipamento Ariston:
Caldeira CLAS ONE SYSTEM 24 e Kit Solar com 2 Coletor KAIROS CF 2.0-1 e acumulador 300 lts dupla serpentina.
Podem fazer algum comentário sobre a qualidade e longevidade deste equipamento?

Sobre os radiadores, como referi, pretendemos aproveitar os existentes em ferro fundido e complementar com novas unidades.
Sobre os novos, podem fazer alguma recomendação sobre se escolher radiadores em ferro fundido, alumínio ou chapa de aço ?
Respetivamente Roca Clasico NB80-4, Dubal 60 ou Adra 22S/Adraplan?

Com os melhores cumprimentos,

Faça login para aceder a este conteúdo. 
21/02/2022

Bom dia,
Presumi que este assunto fosse do interesse comum.
Fico agradecido se partilharem experiencias que nos ajudem a escolher a melhor solução.

Obrigado,