Notícias

Como escolher o melhor PPR para a reforma

A nossa Escolha Acertada de Planos Poupança-Reforma (PPR) rendeu 10,5% no ano passado, mais do dobro da generalidade dos PPR sob a forma de fundos. Saiba como rentabilizar as poupanças.

21 fevereiro 2018
PPR

Thinkstock

Quem está na faixa dos 30 anos e quer poupar para a reforma deve separar mensalmente uma quantia (€ 50 ou € 100, por exemplo), para aplicar num PPR sob a forma de fundo sem capital garantido. A Escolha Acertada da PROTESTE INVESTE, o Fundo Alves Ribeiro, valorizou 10,5% em 2017. A generalidade dos PPR renderam, em média, 3,3 por cento. Os fundos que investem mais em ações conseguiram ganhos ligeiramente maiores - em média 4,1 por cento.

Os associados DECO PROTESTE e os subscritores da PROTESTE INVESTE têm condições especiais ao subscrever o Fundo Alves Ribeiro. Prémios de fidelização e isenção de comissões são algumas vantagens

O NB PPR também obteve um rendimento interessante no ano passado, de 9,2 por cento. O PPR Big Taxa Plus surge como mais uma alternativa com bom rendimento: valorizou 8,5% em 2017.

Pode ter dúvidas sobre o risco de  investir em ações. Porém, aos 30 anos, como ainda falta muito tempo para a reforma, o potencial de rendimento a longo prazo destes fundos é muito superior, comparado com os fundos de capital garantido. Mesmo que alguns anos não corram bem, terá tempo para recuperar.

A situação é diferente para quem tem mais de 56 anos. Nesses casos, a PROTESTE INVESTE recomenda transferir as aplicações para um PPR de capital garantido, para não perder parte do pé-de-meia. Conheça as opções de PPR mais seguras para quem está a 10 anos da reforma.


Imprimir Enviar por e-mail