Política de dividendos

A política de dividendos de uma empresa não está necessariamente relacionada com a evolução dos lucros. Algumas empresas poderão oferecer um dividendo maior mesmo com os resultados em queda (quando existem acontecimentos extraordinários ou porque os principais acionistas obtêm uma grande parte das suas receitas através dos dividendos, ou ainda para manter a confiança dos acionistas). É sobretudo, o caso das ações cíclicas, cujos resultados variam consideravelmente.

As empresas de crescimento só costumam distribuir um dividendo reduzido ou mesmo nenhum dividendo, para poupar e financiar os investimentos, estimular o crescimento e propiciar mais-valias que compensarão os acionistas pelo fraco dividendo.

A cultura em matéria de política de dividendo varia também de país para país: se as empresas britânicas, por exemplo, tentam acima de tudo aumentar os dividendos, os americanos privilegiam o reinvestimento dos lucros.