Fundos abertos e fechados

Fundos abertos: destinam-se a todos os investidores a todo o tempo e constituem a esmagadora maioria dos fundos vendidos em Portugal. Quando são feitas novas subscrições, a sociedade gestora emite novas unidades de participação. Quando são feitos pedidos de resgate, as unidades de participação são anuladas. A referência é o valor líquido da unidade de participação. 

Fundos fechados: não é possível adquirir unidades de participação a não ser que exista alguém interessado em vender, pois o seu número é fixo (capital invariável). É a lei da oferta e da procura que permite às partes encontrarem-se e fazer a transação.