Esquema em pirâmide

Esquema piramidal ou também conhecido por esquema Ponzi (Charles Ponzi foi o criador deste esquema no início do século XX) caracteriza-se por um suposto produto financeiro, com promessa de rentabilidades anormalmente elevadas, em que o pagamento do rendimento é feito à custa das entradas dos novos investidores, sem ter por detrás nenhum negócio real que sustente os rendimentos. Ao não existir atividade real, os pagamentos dependem do recrutamento de novos investidores, o que faz com que o nível de responsabilidades aumente, de tal forma, que a um determinado momento o promotor deixa de cumprir com os compromissos assumidos fazendo com que os investidores tenham elevadas perdas.