American Depositary Receipt (ADR)

Os American Depositary Receipts (ADR) são um caso específico de representação de ações. No fundo, foi uma forma que os bancos criaram para facilitar o acesso de empresas estrangeiras ao mercado de capitais norte-americano. Na prática, os bancos americanos adquirem ações dessas empresas que, por sua vez, distribuem pelos investidores norte-americanos sob a forma de ADR, concedendo-lhes os mesmos direitos que têm as ações.

As vantagens para as empresas são muitas: maior notoriedade da marca, aumento da base de acionistas, maior liquidez, maior facilidade em fazer aumentos de capital e aceder ao mercado da dívida americano, entre outras.

Para os investidores, os ADR também podem ser uma alternativa bastante interessante. Como quase todas as grandes empresas mundiais possuem ADR, o investidor pode aceder a uma grande diversidade de empresas francesas, alemãs, espanholas, japonesas, etc., através de um intermediário financeiro que disponibilize somente o mercado americano.