Ação volátil

 

Diz-se que uma ação é volátil quando apresenta um risco mais elevado. É caso, por exemplo, de uma empresa recente em pleno crescimento ou de um sector mais sensível aos ciclos económicos. Este tipo de acções sofre frequentemente flutuações muito elevadas e inesperadas das cotações.

As ações defensivas opõem-se às voláteis, mas não existe uma fronteira precisa entre as duas noções.