Opinião

HBO Max: experiência melhorada a um preço moderado

A nova plataforma de streaming HBO Max estreou-se com um custo mensal promocional de 3,99 euros para quem subscrever o serviço até ao final de março. À primeira vista, não desilude: além de um abrangente catálogo de filmes e séries, o serviço conta com algumas melhorias técnicas face ao anterior.

21 março 2022
pessoa a escolher conteúdos numa televisão

iStock

A HBO Portugal deixou de existir para dar lugar ao novo serviço de streaming de filmes e séries HBO Max. A nova plataforma foi lançada em Portugal a 8 de março e reúne conteúdos com a assinatura da própria HBO, alguns dos quais exclusivos da plataforma, da Warner Bros., da DC e do Cartoon Network, e promete uma “experiência melhorada” com novas funcionalidades e algumas evoluções técnicas.

Analisámos a plataforma e explicamos tudo o que mudou e se vale a pena a adesão ao novo serviço de streaming. 

Com este lançamento, o que acontece ao serviço HBO Portugal?

A HBO Portugal, lançada em Portugal há cerca de três anos, foi descontinuada. Quem pagava o anterior serviço passa automaticamente para a HBO Max, mas terá de instalar a nova aplicação em todos os seus equipamentos.

O catálogo de filmes e séries é igual ao do anterior serviço?

Esta é uma das principais melhorias do novo serviço face ao anterior. Além dos conteúdos Max Originals, desenvolvidos exclusivamente para a plataforma, e HBO, o serviço de streaming conta com conteúdos da DC e do Cartoon Network, assim como filmes da Warner Bros., que, segundo a empresa, chegarão à app apenas 45 dias após a sua estreia nas salas de cinema.

O preço da HBO Max é igual ao do serviço anterior?

O anterior serviço da HBO em Portugal tinha um custo mensal de 4,99 euros. A nova HBO Max irá custar mais um euro: 5,99 euros. No entanto, durante o período de arranque, que termina no final do mês de março, o serviço de streaming está com um desconto de 33 por cento. Desta forma, os atuais clientes HBO Portugal que migrem para a nova plataforma pagarão 3,99 euros mensais. Isto aplica-se ainda a novas adesões feitas até ao final deste mês. A oferta é válida apenas para o plano de subscrição HBO Max mensal de renovação automática, só pode ser utilizada uma vez por pessoa e não pode ser combinada com qualquer outra oferta para a HBO Max. 

Alertamos ainda que, embora o desconto de 33% esteja a ser anunciado como um “desconto para sempre”, isto não significa que o valor do serviço irá sempre manter-se com um preço de 3,99 euros, já que o anunciado é um desconto sobre o preço-base. Assim, se o preço-base aumentar, o valor que paga mensalmente também irá aumentar. Além disso, se em qualquer altura cancelar ou alterar a sua subscrição, deixar de manter um método de pagamento válido ou deixar de cumprir os termos da HBO Max, perderá a oferta promocional.

Quais as principais mudanças face ao anterior serviço da HBO?

O anterior serviço da HBO em Portugal apresentava uma interessante relação entre o catálogo disponibilizado e o preço. Contudo, tinha algumas lacunas técnicas, nomeadamente a impossibilidade de criar vários perfis para a mesma conta. A nova HBO Max permite criar até cinco perfis diferentes e fazer três reproduções em simultâneo (o anterior só permitia duas reproduções em simultâneo), o que significa que várias pessoas podem ver conteúdos distintos, em vários dispositivos, usando uma única conta.

 
O serviço de streaming HBO Portugal não permitia criar vários perfis, uma opção agora existente na HBO Max. 

Na qualidade de imagem também há algumas melhorias a assinalar. A app HBO Portugal não contava com vídeos 4K e a qualidade em Full-HD era limitada, um problema entretanto corrigido nesta nova plataforma. Agora, já estão disponíveis alguns conteúdos em 4K com HDR10 e Dolby Vision, e a qualidade da imagem, nos conteúdos que testámos, pareceu-nos suficiente. Contudo, essa qualidade tem um preço: o serviço parece ser mais exigente ao nível da largura de banda para manter uma boa qualidade de imagem. Nos nossos testes, em dispositivos ligados por wi-fi, como o Chromecast com Google TV, foram notórias as quebras de qualidade ou mesmo de reprodução. Em serviços como a Netflix ou a Disney+, esses mesmos dispositivos, ligados na mesma rede, não apresentaram esse problema.

Outra lacuna grave do anterior serviço, agora resolvida, é a opção de restringir o uso de dados móveis. Assim, o utilizador pode restringir o streaming apenas à presença de uma rede wi-fi. Além disso, a aplicação permite pedir para ser avisado sempre que o streaming se inicie a partir de uma rede móvel.

Também passa a poder fazer download de todos os conteúdos para ver offline. Na versão anterior, tal só era possível para uma parte do catálogo. Contudo, notámos duas falhas que já vinham do anterior serviço e que não foram corrigidas: não se pode ver trailers dos conteúdos na app, nem se pode definir o nível de qualidade dos vídeos quando se está a fazer streaming a partir de dados móveis. A estas falhas junta-se uma outra: o fim do período experimental. Útil para espreitar o catálogo oferecido, a usabilidade e a compatibilidade com os dispositivos do utilizador, nesta nova plataforma não há a possibilidade de experimentar antes de começar a pagar.

Em que dispositivos posso aceder à HBO Max?

A app da HBO Max está disponível para smartphones Android e iOS, smart TV Android TV (por exemplo, Sony, Philips, Xiaomi), WebOS v3.5 ou mais recente (LG) e Tizen (Samsung), consolas de jogos como a Sony PlayStation (PS4, PS4 Pro ou Ps4) e a Microsoft Xbox (One e Series S/X).

O que muda no catálogo de conteúdos?

No que diz respeito a conteúdos, a nova plataforma da HBO conta com algumas melhorias quantitativas em relação à anterior versão. Na nossa análise, contámos 847 filmes, 472 séries, 269 documentários e 139 títulos de animação, números, ainda assim, bastante abaixo do inventário de plataformas como a Netflix, que disponibiliza 3784 filmes, 1668 séries, 882 documentários e 599 filmes e séries de animação. Importa, contudo, referir que estes números são apenas uma estimativa, uma vez que ao usar os motores de pesquisa destes serviços de streaming existem, em vários casos, duplicações de títulos, por exemplo, filmes que estão simultaneamente listados como documentários.

 
A HBO Max disponibiliza 847 filmes, 472 séries, 269 documentários e 139 títulos de animação.

Mais importante do que a quantidade dos conteúdos é a qualidade, embora esta seja subjetiva e dependa dos interesses dos utilizadores. Nesta matéria, a plataforma tem alguns pontos a favor, com alguns filmes e séries bastante populares e recentes, como King Richard (2021), Dune (2021), The Matrix Resurrections (2021), Peacemaker (2022), Euphoria (2019), Succession (2018) ou Raised by Wolves (2020). Menos fortes parecem ser os conteúdos para crianças, embora o HBO Max conte com alguns títulos também recentes e populares: Ready Player One: Jogador 1 (2018), Space Jam: Uma Nova Era (2021), Pokémon: Detetive Pikachu (2019) ou Naomi (2022).

Vale a pena subscrever a HBO Max?

A escolha de um serviço de streaming de filmes e séries em detrimento de outro depende, antes de mais, das suas preferências e da identificação com o catálogo de conteúdos, até porque estas plataformas têm várias produções próprias exclusivas.

Há, no entanto, critérios comparáveis. De acordo com a nossa análise, a Netflix continua a ser, entre os serviços de streaming de vídeo disponíveis em Portugal, o mais completo, embora o seu plano mais robusto — Ultra-HD, com acesso a vídeos 4K (HDR em alguns casos) e a quatro reproduções em simultâneo na mesma conta — seja caro: 15,99 euros por mês. No entanto, esta plataforma tem a vantagem de oferecer um plano standard com um preço mais equilibrado (11,99 euros mensais), com uma boa qualidade de imagem (embora aqui limitada à resolução Full-HD), permitir fazer duas reproduções em simultâneo, e ainda oferecer um período experimental de 30 dias, algo que a HBO Max, por exemplo, já não oferece.

A Amazon Prime Video, com um custo de 5,99 euros por mês, era, até agora, a nossa recomendação para utilizadores pouco intensivos que procurassem um serviço com um preço moderado e que não tivessem interesse em conteúdos infantis, uma vez que as dobragens dos conteúdos desta plataforma são feitas em português do Brasil. Este serviço foi, agora, destronado pela HBO Max, que, além de oferecer conteúdos infantis corretamente dobrados, apresenta ainda um catálogo abrangente, com bastante oferta de filmes e séries, para os mais graúdos. Permite, ainda, a criação de cinco perfis, três reproduções em simultâneo e alguns vídeos 4K, o que, olhando ao preço, é muito interessante.

Sendo assim, atualmente, a HBO Max é o serviço que recomendamos para utilizadores não muito intensivos (para esses, mantém-se o plano standard da Netflix) que procuram uma alternativa menos dispendiosa à Netflix. Não podemos deixar de referir, no entanto, a menor estabilidade da reprodução dos vídeos, para os quais é aconselhável uma ligação por cabo de rede (no caso de um leitor multimédia, consola de jogos ou smart TV com a app).

É nosso subscritor e precisa de esclarecimentos personalizados? Contacte o nosso serviço de assinaturas. Relembramos ainda que pode aceder a todos os conteúdos reservados do site: basta entrar na sua conta

Se ainda não é subscritor, conheça as vantagens da assinatura.

Subscrever

 

O conteúdo deste artigo pode ser reproduzido para fins não-comerciais com o consentimento expresso da DECO PROTESTE, com indicação da fonte e ligação para esta página. Ver Termos e Condições.