Notícias

Televisores: nova tecnologia, maiores ecrãs e a saída de cena de plasmas

Salto em pixels e polegadas

À tecnologia OLED, a Sony e a Panasonic acrescentaram um “salto” em resolução. Os televisores apresentados, de 56 polegadas e com resolução Ultra HD ou 4K, resultam de uma parceria entre as duas marcas, mas não devem chegar às lojas em 2013. Segundo os fabricantes, o custo de produção desses painéis ainda é muito elevado, devido aos desperdícios na produção.

Os painéis 4K impressionam, com uma resolução duas vezes superior no plano horizontal e vertical face aos atuais Full HD na maioria dos televisores vendidos: 3840x2160 pix, em vez de 1920x1080 pix. Como ainda não existem discos Blu-ray, jogos de consolas ou emissões televisivas para beneficiar daquela resolução, aqueles televisores dependem, sobretudo, do seu processador gráfico, que cria as linhas adicionais para preencher o ecrã. Mas dificilmente obtêm um nível de detalhe significativamente maior desta forma.  

Assistimos à construção de ecrãs cada vez maiores, como os modelos de 110 polegadas ou 2,8 metros de diagonal apresentados na CES Las Vegas.

A avaliar pela oferta na feira tecnológica, a tecnologia Plasma continua em declínio. O 3D também foi pouco destacado entre os fabricantes. Alguns apresentaram protótipos de modelos 3D sem óculos, mas o resultado é um efeito de profundidade quase inexistente e uma imagem dececionante. 

A qualidade de som surpreendente chamou a nossa atenção no Sony XBR-65X900A, com painel 4K, que deve chegar às lojas no início do verão de 2013. Aquele inclui um subwoofer na zona traseira e há espaço nas laterais do ecrã para os speakers de cada canal, ao contrário da tendência atual de televisores com uma moldura cada vez menor, incapazes de acomodar bons speakers. Os nossos testes têm apontado a qualidade sonora como um dos pontos fracos dos televisores mais recentes.

O Sony XBR-65X900A inclui um subwoofer na zona inferior. A reprodução de graves e impacto sonoro estão bastante acima da média.
O Sony XBR-65X900A inclui um subwoofer na zona inferior. A reprodução de graves e impacto sonoro estão bastante acima da média.