Notícias

Televisores: a Seleção joga melhor com a nossa tática

Um ecrã curvo é a solução para mergulhar no jogo?

As marcas procuram convencer de que os ecrãs curvos proporcionam uma experiência imersiva, o que, à partida, seria a receita certa para mergulhar diretamente no relvado. A curva pode causar algum efeito imersivo, mas apenas em diagonais elevadas e a uma distância reduzida do televisor. Nos nossos testes, não temos identificado nenhuma vantagem associada à curvatura. Trata-se sobretudo de uma questão estética, e, este ano, a oferta de modelos curvos é mais escassa.

Mas o pior são os reflexos, que podem comprometer a visualização dos jogos. Numa sala com muitas entradas de luz natural ou muitos candeeiros, os ecrãs curvos são a pior das opções. Estes ecrãs são verdadeiros multiplicadores de reflexos, que se deslocam como miragens no deserto ao mínimo movimento da cabeça. Os modelos planos acabam por ser a melhor solução para tais situações.