Notícias

Funções de futebol no televisor: não se deixe deslumbrar

23 maio 2014 Arquivado
Funções de futebol no televisor

Arquivado

Podem tornar alguns televisores irresistíveis para adeptos mais entusiasmados, mas as funções dedicadas ao visionamento de futebol não merecem o destaque que lhes dão. Analisámo-las em modelos da Samsung e da Sony e concluímos que a sua utilidade é quase nula.

Em “modo futebol” na Samsung

Vários televisores da Samsung incluem uma função específica para a visualização de jogos de futebol, bem destacada no comando remoto dos aparelhos. As possibilidades não estão disponíveis em todos os Samsung. Com acesso a todas as funções, os modelos compatíveis são H5500, H6400 e superiores. Os H4000 e H5000 só têm acesso aos parâmetros de imagem e de som, bem como à possibilidade de zoom.
O comando remoto dos Samsung inclui uma tecla para acionar o “modo futebol”.
O comando remoto dos Samsung inclui uma tecla para acionar o “modo futebol”.
Na Samsung, ao selecionar o “modo futebol”, os parâmetros de imagem e de som são automaticamente alterados para “estádio”, além de poder fazer zoom nas imagens. A gravação e a função de timeshift (gravação temporária em segundo plano) para emissões em TDT são iniciadas automaticamente. Aquela função permite parar a imagem ou voltar alguns instantes atrás na emissão em direto.

A diferença na imagem é notória no “modo futebol”. A retroiluminação e o contraste são colocados no máximo, a nitidez e saturação de cores são nitidamente aumentadas e a temperatura de cor é definida para um tom mais “frio”. A imagem resultante é claramente inferior às definições de origem do televisor. Apenas pode haver alguma utilidade se visionar o jogo com bastante iluminação natural na sala. A imagem mais “agressiva” e contrastante pode ser uma mais-valia.

Já o som não difere muito, dando ênfase ao ruído do público no estádio.
No “modo futebol”, em baixo, imagem e som ficam nos modos “estádio”. A imagem é degradada, com contraste, nitidez e cores exageradas.
No “modo futebol”, em baixo, imagem e som ficam nos modos “estádio”. A imagem é degradada, com contraste, nitidez e cores exageradas.
No botão vermelho, a imagem é parada. Selecione uma secção. Ao carregar no enter, faz-se o zoom.
No botão vermelho, a imagem é parada. Selecione uma secção. Ao carregar no enter, faz-se o zoom.
Ao carregar no botão vermelho, a imagem é parada de imediato e dividida em 9 secções. Pode selecionar uma secção e carregar na tecla “enter” para fazer o zoom naquela parte da imagem. A secção escolhida é expandida para todo o ecrã. A imagem total surge num canto, numa pequena janela (PIP) e desaparece automaticamente passados alguns segundos. Esta função pode ser interessante, por exemplo, para fazer o “tira-teimas” com algum amigo quanto a um lance discutível, como um penalty que ficou por marcar ou um fora-de-jogo duvidoso, entre outros.

A única possibilidade a merecer destaque na Samsung é a que permite selecionar os momentos mais importantes do jogo. Estes podem ser identificados e gravados de forma automática pelo televisor. Ou seja, o aparelho reconhece, provavelmente através do ruído da plateia, as jogadas mais perigosas, marcando-as na gravação. No intervalo ou no final da partida, o utilizador pode revê-las. Porém, esta função apenas se aplica caso a gravação de programas for possível, ou seja, se tiver televisão digital terrestre (TDT) e um disco rígido ligado ao seu televisor. Os utilizadores com televisão por subscrição não podem usar esta possibilidade.
Emissão em direto, à esquerda, e destaque selecionado, à direita. Em baixo, uma listagem com os destaques registados, selecionados de forma automática ou manual.
Emissão em direto, à esquerda, e destaque selecionado, à direita. Em baixo, uma listagem com os destaques registados, selecionados de forma automática ou manual.
Durante os 90 minutos da partida, também é possível fazer a seleção de forma manual. Neste caso, os 10 segundos anteriores à seleção ficam registados. Exemplo: a construção da jogada que conduz a um golo, bem como os 10 segundos posteriores, com a celebração do golo. No nosso teste, o sistema funcionou de modo satisfatório, registando todos os lances de maior perigo, embora também tenha incluído outros de menor interesse.
No “modo futebol”, o acesso a aplicações, como o Twitter, Facebook e Skype, é simples. Cerca de um terço do ecrã fica reservado para a aplicação. Pode comentar o jogo com amigos. Perde uma parte do ecrã, o que pode sacrificar a visualização.
No “modo futebol”, o acesso a aplicações, como o Twitter, Facebook e Skype, é simples. Cerca de um terço do ecrã fica reservado para a aplicação. Pode comentar o jogo com amigos. Perde uma parte do ecrã, o que pode sacrificar a visualização.
O acesso às redes sociais é possível quando não se usa o modo futebol, mas, nesse caso, tem de ser iniciado pelo menu “Smart Hub”, o que torna o processo um pouco mais complicado.